quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Na "Cruz" tudo você vai vencer..... entregue-se a ele.....hoje! Jesus é seu nome. Amém

                                            A Marca da Besta Chegou !                                  

microchip implantado na mão
“Conseguiu que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos tivessem um sinal na mão direita e na fronte , e que ninguém pudesse comprar ou vender se não fosse marcado com o nome da fera ou com o numero do seu nome “ (Apocalipse 13,16 e 17)
E chegado o tempo da grande desolação, os homens tem medo até mesmo de sua sombra, o mundo moderno os impele a viver trancados como que  em prisões e a não confiar mais em ninguém, tamanha hoje a falta de amor e a  maldade que se encontra nos corações dos homens pelo príncipe das trevas e seus anjos demoníacos.
Levados pela imensa necessidade de ter a “Paz e Segurança” os homens começam desde já a vender suas almas ao demônio que agora, se apresenta para nos como :
                                           THE DIGITAL ANGELS“ - ANJOS DIGITAIS

Quando os homens disserem “Paz e Segurança !”, então repentinamente lhes sobrevirá a destruição , como as dores a mulher grávida e não escaparão.” ( I Tessalonicenses 5. 3)
Estejamos atentos irmãos. pois no dia 16 de Junho deste ano de 2001, iniciaram-se os “implantes testes” dos micro smart chips. Só que são testes definitivos, para que já comecem o mais rápido possível a implantação dos microchips nas pessoas (clientes), que querem aderir ao novo avanço tecnológico, quer dizer, assim eles dizem !!
Como o próprio nome diz, são pequeninos e inteligentes sensores eletrônicos que são colocados sob a pele das pessoas e de acordo com os  seus movimentos musculares, este chip e ativado.
Todo este processo de implante já esta sendo realizado na Flórida, nos Estados Unidos .
A companhia vem usando como forma de marketing, animais perdidos que são encontrados quase que instantaneamente, pais preocupados com seus filhos e que poderão então,  saber do seu paradeiro deles  em apenas alguns segundos através da monitoração pelo satélite. 
Pessoas idosas e que vivem sozinhas e que  em dado momento, tem suas funções vitais alteradas, o que será  imediatamente  detectado pelos "anjos digitais" implantados em sua pele,  que emitira um sinal de alerta para o hospital e ambulância mais próximos e também para seu médico e demais familiares...
E assim irmãos, vem sendo difundida a necessidade de todos usarem os “microchips” pois eles também, além de localizar qualquer pessoa em qualquer lugar da terra, uma vez que se comunicam por satélites de posicionamento global em questão de segundos, também serviria como uma carteira de identidade e cartão de crédito. Quer dizer, ninguém mais necessitara de ter dinheiro vivo, talões de cheques e cartões de crédito em mãos, o seu dinheiro, por menor que seja a quantia, estará totalmente nas mãos do anticristo, aquele que tudo quer controlar.
“NOS ACREDITAMOS QUE SEU POTENCIAL E PARA MELHORAR O INDIVIDUO, SUA SEGURANÇA E SEUS NEGÓCIOS. O DIGITAL ANGEL, IRÁ MELHORAR A QUALIDADE DE VIDA PARA MILHÕES DE HABITANTES DE TODO O MUNDO E SUA CAPACIDADE E VIRTUALMENTE ILIMITADA”

Estas foram as palavras usadas pelo presidente do ADS e o principal executivo oficial, Richard Sulivan. Eles disseram também que embora o Digital Angel venha a ser usado em todas as áreas, inicialmente colocarão seu maior empenho nas áreas da segurança pessoal, assuntos legais , comerciais, do tipo compra e venda  e da  identificação dos usuários.
O Dr. Peter Zhou, principal cientista para o desenvolvimento do implante e presidente da Digital Angel.net, uma subsidiaria do ADS chamada World Net Daily, disse que  o dispositivo emitira um sinal a partir da pessoa que compra para a pessoa que vende, verificando sua identidade e potencial financeiro . Mas segundo Zhou, o comércio é somente um campo de atuação do Digital Angel.
A patente do dispositivo descreve-o como  um “LIFE SAVER”  ou seja, um salva vidas para crianças, pessoas seqüestradas e atletas perdidos em florestas ou montanhas , rios e mares.
Segundo o Dr. Zhou, o Digital Angel pode ser comparado aos “PACEMAKERS” ou seja aos marca-passos cardíacos que salvam as vidas dos que os usam.
O dispositivo possui também, a capacidade de monitorar a taxa da pressão sanguínea e outras funções vitais aos que tem problemas cardíacos. “ Seu doutor saberá sempre o problema antes de você, disse o Dr. Zhou dizendo que então, os pacientes poderão ter paz em suas mentes, sabendo-se sempre monitorados e que qualquer ajuda necessária chegara até eles em questão de poucos minutos apenas.
E assim irmãos a equipe que criou e comanda os Digital Angels, vem usando da mentira de que com ele implantado sob a pele, as pessoas terão então a “PAZ E SEGURANÇA” lembrem-se do que nos diz a Bíblia sobre estas duas palavras e o que sobrevirá após os homens a proclamarem !
Mas na realidade, querem mesmo e marcar e controlar a liberdade de todas as pessoas, que passarão a ser como gado, possuirão apenas um número e nada mais do que isto, não haverá privacidade alguma para os que se submeterem a esta marca de satanás.
O Colaborador da Digital Angel, disse que a demanda de pedidos  para implantes, foi tremenda depois que a ASD anunciou a sua aquisição da patente segundo ele, os pedidos são diários e em grande número vindos do mundo inteiro, segundo o Dr. Zhou, pessoas de grande poder aquisitivo , por medo de assaltos e seqüestros, tem sido as que mais tem feito suas reservas, ele citou pedidos vindos dos EUA, Espanha, México e pasmem queridos irmãos, também do Brasil.
Dr. Zhou disse também que um dos departamentos governamentais dos EUA, departamento este de defesa, alguém  contratou os dispositivos para serem colocados nos soldados e assim, segundo ele, os soldados  terão suas condições de saúde bem monitoradas. Será mesmo isto ?
“Conseguiu que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos tivessem um sinal na mão direita e na fronte , e que ninguém pudesse comprar ou vender se não fosse marcado com o nome da fera ou com o número do seu nome “ (Apocalipse 13,16 e 17)  
         
Muito em breve estes sensores de identificação (imagens acima), para leitura dos microchips implantados no corpo (mão), vão estar por todos os lugares: bancos, lojas, farmácias, postos de combustível, escritórios, hospitais, escolas, enfim por toda parte, e até com toda certeza se você residir num condomínio, um dia terá que se identificar desta maneira para conseguir entrar na sua residência.
Você até poderá dizer: "Que Exagero !", porém todos os dias você se depara com as manchetes dos jornais e televisão, e nota que o mundo não apresenta mais nenhuma segurança, e que violência impera por toda parte, sendo assim não vai demorar muito para que os agentes da Besta disfarçados como grandes benfeitores da segurança da humanidade digam que é muito necessário o implante do microchip como a solução final para todos os principais problemas de segurança da sociedade
Os Digital Angels, vem recebendo muitas criticas dos cristãos que acreditam que o implante e o cumprimento da profecia Bíblica que se encontra no livro do Apocalipse,
Mas Zhou não admite tais objeções ao implante, ele se diz cristão e diz que nem pensa nisto, apenas diz que o que e feito para melhorar a vida das pessoas e dar-lhes mais PAZ e SEGURANÇA, vem certamente de Deus, ele cita uma passagem bíblica na qual na qual diz : “Eu sou o Deus dos povos vivos “e segundo ele, os povos a partir do Digital Angel não só serão povos vivos, mas também, saudáveis e seguros !
Já Sullivan, respondendo as objeções ao seu produto World Net Daily , disse que ninguém será forçado a usar o Digital Angel, uma vez que vivemos em uma sociedade voluntária , as pessoas podem escolher entre viver bem ou viver mal, disse que ha tempos atrás, havia sim muitas restrições aos avanços tecnológicos mas que hoje isto já não ocorre, “Estamos em um século novo, uma tendência nova “ disse ele. (Realmente, hoje os seres humanos não fazem mais nenhuma objeção ao pecado, ele se tornou tão natural ! )
Já Zhou, disse que os Digital Angels, serão tão importantes quanto as vacinas, ele disse que seremos um “hibrido da inteligência eletrônica e da nossa própria alma.”
Segundo eles, quem os tem apoiado e o Fórum Econômico do Mundo, incorporado em 1971 com sua matriz em Genebra e que sem fins lucrativos, visa apenas aprimorar a qualidade de vida de todo o mundo. Sabemos também, que nesta instituição, se encontra um imenso computador onde já estão sendo cadastradas todas as pessoas do mundo. Segundo uma noticia que li, um gerente de banco daqui dos EUA, disse que os funcionários tem passado horas cadastrando os clientes e enviando seus cadastros para Genebra ! Porque será que eles querem nos cadastrar?

Os testes que se iniciaram no dia 16 de Junho, terão duração de 90 dias, e os implantes foram feitos em usuários pré registrados que receberam um dispositivo diminuto que lhes  foi implantado sob a pele que ira capturar e transmitir dados tais como a temperatura do corpo, o pulso e a localização exata de cada individuo.
Inclusive já existem para venda, relógios para adultos e crianças, que contém este mesmo dispositivo em sua parte traseira que fica em contato com a pele e é super simples adquiri-los, basta acessar a internet. Mas na verdade, já estão acostumando as pessoas a usar estes microchips como maravilhosas novidades tecnológicas, assim ficará muito mais fácil das pessoas irem absorvendo a idéia de aceitar o implante como um magnífico avanço tecnológico para vida delas na sociedade, pois assim, todas as pessoas não verão perigo algum de usar um microchip implantado no seu corpo, e quando a maioria da sociedade der o seu SIM final, então o uso do implante de microchip será declarado obrigatório no mundo inteiro.

Relógios com microchips: novidade tecnológica ou futura escravidão com a perca da privacidade ?
E como você pode ver, nem as crianças serão poupadas desta marcação da besta, aliás diga-se de passagem, as crianças até poderão ter um papel importante nos implantes de microchips, pois são elas as primeiras a adquirem sempre as novidades tecnológicas lançadas, sem falar que a maioria dos pais vão querer que o seu filho tenha um microchip para facilitar a sua localização, então novamente os agentes da besta, disfarçados de benfeitores da segurança familiar, vão anunciar as vantagens do seu filho ter um microchip implantado no corpo.

A Besta não poupará ninguém !
Também, uma versão mais sofisticada da tecnologia dos microchips, já estão sendo usadas atualmente como uma identidade eletrônica colocada em animais de estimação.
É sabido, que em Los Angeles na Califórnia, ninguém pode adquirir um animal se ele não for já dotado do implante. Segundo eles, isto acaba com o problema de animais que se perdem e ficam pelas ruas, atrapalham o trafego, põe em risco a vida das pessoas e também fazem sofrer aqueles que os perderam.
Assim sendo, unem o útil ao agradável; marcam os animais e monitoram seus donos !

Meus irmãos, pelo que mais devemos esperar para acreditar em tudo o que se encontra escrito a séculos e séculos na palavra de Deus ?
O que mais será necessário para que tomemos consciência de que como esta escrito em Apocalipse 12, Satanás, sabendo que pouco lhe resta, desceu sobre nos com grande furor e ira ?

Mas ai da terra e do mar! porque o Diabo desceu a vós com grande ira,
sabendo que pouco tempo lhe resta. (Ap 12,12)
Vamos dizer sim ao nosso Deus de amor e de perdão, vamos mesmo fazer o firme propósito de mudar as nossas vidas por amor a Jesus.
A hora e agora, desapeguem-se mesmo já de todos os bens materiais, não esperem para serem marcados POIS AQUELES QUE RECEBEREM A MARCA DA BESTA, SERÃO TODOS JOGADOS NO FOGO DO INFERNO PARA TODA A ETERNIDADE !
Não esperem nem mais um dia, nada mas nada a não ser a nossa conversão, a nossa fé em Jesus Cristo vivo e ressuscitado, pode nos garantir a vida eterna.
Vai chegar o tempo no qual seremos definitivamente separados, o trigo do joio, os bons dos maus, os que receberão a marca da besta e os que tem o selo do Cordeiro !
Não seja você meu irmão e minha irmã, um destes que se deixarão ser marcados em troca de uma falsa  “PAZ E SEGURANÇA”, digo falsa porque tudo o que satanás oferece e mentira !
“A respeito da época e do momento, não há necessidade irmãos de que vos escrevamos. Pois vos mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor vira como um ladrão de noite. Quando os homens disserem ”PAZ e SEGURANÇA !”, então repentinamente lhes sobrevirá a destruição, como as dores a mulher grávida e não escaparão.
Mas vós irmãos não estais em trevas de modo que este dia vos surpreenda como um ladrão. Porque todos vos sois filhos da luz e filhos do dia . Não somos da noite e nem das trevas. Não durmamos pois como os demais, mas vigiemos e sejamos sóbrios. Porque os que dormem, dormem de noite e os que se embriagam, embriagam-se de  noite. Nos ao contrario que somos do dia, sejamos sóbrios . Tomemos por couraça a fé e a caridade, e por capacete, a esperança da salvação. Porquanto não nos destinou Deus para a ira mas para alcançar a salvação  por nosso Senhor Jesus Cristo. Ele morreu por nos afim de que nos, quer em estado de vigília, quer de sono, vivamos em união com ele. Assim pois, consolai-vos mutuamente e edificai-vos uns aos outros como já o fazeis.” (I Tessalonicenses capitulo 5 versículos de 1 a 11)   
SEJAMOS FIEIS A CRISTO ASSIM COMO ELE O É A NÓS !!!
O texto acima é uma colaboração da amiga Tania Mara, que reside nos Estados Unidos, eu agradeço de coração pelo envio deste valoroso artigo, e que os Anjos do Senhor estejam sempre lhe guardando !
Texto revisado e com algumas pequenas adaptações pelo autor deste site, Dilson Kutscher.
Site A Caminho da Redenção: www.anjo.adm.br

Implante de chips gera polêmica nos EUA

28/03/2006
O crescente uso de microchips de identificação implantados no corpo humano, que servem tanto para o controle de funcionários como para ter acesso ao histórico médico de seus portadores tem gerado polêmica nos Estados Unidos. Várias associações de direitos civis protestaram contra o que consideram um passo adiante na invasão de privacidade dos trabalhadores, enquanto seus fabricantes insistem tratar-se de uma tecnologia avançada e de usos múltiplos.

O presidente da empresa de vídeo-vigilância Citywatcher.com, de Cincinnati, nos EUA, Sean Darks, disse à EFE como ele mesmo e dois de seus funcionários, que se apresentaram como voluntários, receberam um chip de silício que tem o tamanho de um grão de arroz, é inserido dentro da pele e funciona como um cartão de acesso às áreas protegidas.

A empresa calcula que aproximadamente 200 pessoas no mundo todo já têm esses chips implantados em seu corpo. Entretanto, essa tecnologia futurista, mais parecida com a literatura do escritor George Orwell, também provocou forte oposição.

Entre os que protestam, está o grupo "Profissionais da tecnologia pela responsabilidade social", uma ONG situada em Palo Alto, Califórnia, que ataca o que considera uma "péssima iniciativa". Lisa Smith, integrante da ONG, disse que "só a idéia de ter algo implantado no corpo, que não se pode retirar, é uma invasão total de privacidade".

"Existem outras formas de identificação menos invasivas que também são adequadas, por mais voluntário que isto seja", disse Smith. Esta ativista também fez uma reflexão sobre os caminhos opostos que a tecnologia toma. "Por um lado, as inovações permitem uma vulnerabilidade cada vez maior da privacidade, mas por outro, dão aos cidadãos mais ferramentas para poder defendê-la".
                           Modelo Indiana mostra novo chip na testa                          



14.12.2005 - O "chip analógico de gestão inteligente da energia" foi mostrado hoje na Índia. Fabricado pela MindTree Consulting, uma companhia internacional de tecnologia da informação, desenvolvimento e investigação, o chip de de 1,5mm foi criado para otimizar a capacidade de carga das baterias de lítio.

O novo chip foi apresentado, numa conferência de imprensa em Bangalore, por uma modelo, que o colocou na testa, à maneira dos tradicionais "bindis" usados pelas indianas.  (Terra Notícias)
Chip para implantes pode causar câncer, diz estudo

As ações da Applied Digital Solutions e de sua subsidiária de capital aberto VeriChip, que produz um chip de identificação pessoal para implante, caíram acentuadamente na segunda-feira, com a reação dos investidores a uma reportagem veiculada no fim de semana segundo a qual o pequeno aparelho de rádio está associado ao câncer.
Divulgação   Chip tem tamanho aproximado de um grão de arroz e fica sob a pele

A reportagem, da agência de notícias Associated Press, sugeria que a VeriChip e autoridades regulatórias federais norte-americanas haviam ignorado ou desconsiderado os estudos com animais que suscitam dúvidas quanto à possibilidade de que o chip, ou o processo usado para implantá-lo, tenha causado câncer em cachorros e ratos de laboratório.
A VeriChip alegou que não estava informada sobre os estudos mencionados na reportagem, de acordo com o artigo, mas tanto a empresa quanto agências federais de fiscalização norte-americanas afirmaram, na segunda-feira, que dados sobre testes com animais haviam sido considerados durante o processamento do pedido de licença para aplicação humana do implante.
Segundo essas fontes, não existiam estudos cientificamente controlados vinculando os chips à incidência de câncer em cachorros ou gatos, e ratos de laboratório são mais suscetíveis do que seres humanos e outros tipos de animais a desenvolver tumores, em função de injeções de qualquer tipo.
"No momento, não parece haver causa confiável de preocupação", disse Karen Riley, porta-voz da Food and Drug Administration (FDA), a agência federal norte-americana que regulamenta e fiscaliza alimentos e remédios).
Além de causar queda nas ações das duas empresas, a reportagem criou preocupações entre veterinários e operadores de abrigos de animais, já que os proprietários de animais de estimação podem começar a resistir à prática cada vez mais freqüente de implantar chips desse tipo em seus animais, para facilitar localizá-los caso se percam. A maior parte dos animais que se perdem ou escapam e não são localizados pelos proprietários terminam sacrificados.
"Se os chips causam câncer de qualquer tipo, a ocorrência é muito rara comparada à possibilidade de que um animal de estimação se perca", disse o Dr. Lawrence McGill, patologista veterinário do Animal Reference Pathology, um laboratório veterinário de Salt Lake City.
O aparelho de identificação via rádio que leva o nome da VeriChip é um chip revestido de vidro, do tamanho de um grão de arroz. O aparelho porta um número codificado e é injetado no antebraço dos usuários. Nas aplicações hospitalares, o chip fica vinculado a fichas médicas arquivadas em hospitais ou no consultório do clínico que atenda o paciente. Um transmissor de baixa potência que é parte do chip transmite o número de identificação quanto questionado a curta distância por um leitor da VeriChip.
A empresa já demonstrou a capacidade de conectar esse mesmo chip a outros bancos de dados. Por exemplo, casas noturnas começaram a utilizá-los para permitir a entrada de usuários regulares, e a polícia mexicana o emprega para controlar o acesso às suas instalações de alta segurança.
Todas as potenciais aplicações atraíram forte oposição dos defensores da privacidade, que afirmaram que implantar os chips em seres humanos constitui forma muito abusiva de uso da tecnologia de identificação por rádio-freqüência, ou RFID.
Katherine Albrecht, que há muito tempo critica a VeriChip e o sistema RFID, contactou a Associated Press há alguns meses e lhes ofereceu parte dos estudos em que o artigo do final de semana foi baseado. Ela afirmou, em e-mail a seus colegas ativistas, na segunda-feira, que "publicidade negativa como essa é o começo do fim para a VeriChip e seus planos de equipar-nos todos com chips, como se fôssemos embalagens de carne identificadas por código de barra".
A Marca da Besta Poderá Ser a Inserção Satânica Definitiva!

 

Os satanistas fazem inserções especiais no corpo das pessoas que estão na feitiçaria ou daquelas a quem querem controlar. A Marca da Besta descrita na Bíblia poderá ser uma "inserção" colocada no corpo das pessoas para que o Anticristo, o mais poderoso feiticeiro satanista na história controle toda a população do mundo.
A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia a dia!!
Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Acabo de ler um livro de uma autora que exerce um ministério de libertação de pessoas do satanismo - Dra. Rebecca Brown, médica. O nome do livro é Vaso para Honra, publicado no Brasil pela Danprewan Editora, tradução de César de Azevedo Gil. Nesse livro, a Dra. Brown descreve as muitas práticas do satanismo destinadas a escravizar e controlar seus praticantes, e a destruir seus inimigos. No Capítulo 6, "Ferimentos Demoníacos", fiquei chocado quando li que os satanistas utilizam muito as inserções físicas, colocadas nos corpos de seus aderentes. Quase imediatamente, reconheci a possível aplicabilidade disso para a Marca da Besta descrita em Apocalipse 13:16-18. Estou ciente que a Dra. Rebecca Brown tem grandes problemas em sua teologia. No entanto, ela descreve o satanismo muito bem; conferi suas descrições com o ex-satanista Doc Marquis, que hoje é um cristão nascido de novo. Portanto, quando eu citar o material da Dra. Brown neste artigo, estarei fazendo isso somente com base no seu conhecimento detalhado do satanismo e de suas práticas, sem apoiá-la em sua teologia.
Vejamos a profecia bíblica:
"A todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita, ou sobre a fronte, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta, ou o número de seu nome. Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta, pois é número de homem. Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis." [Apocalipse 13:16-18]
Nos últimos anos, muitas pessoas pensaram que a Marca da Besta seria colocada sobre a pele, como um tipo de tatuagem e não dentro da pele, conforme sugerido na versão inglesa do Rei Jaime [na mão, ou na fronte, e não sobre a mão ou sobre a fronte]. Na verdade, a maioria das versões modernas usa "sobre a mão". Embora isso possa ser verdadeiro, acho altamente instrutivo saber que os satanistas utilizam regularmente as "inserções" no corpo para controlar os aderentes. [Nota: The Cutting Edge utiliza a Versão do Rei Jaime da tradução inglesa da Bíblia. Consultamos regularmente um comentário chamado Amplified Bible Commentary, um comentário verso por verso que restaura o significado original em certas passagens onde a tradução no original está obscura, e para compreender o significado de palavras que tornaram-se arcaicas desde 1611. No entanto, nossa Bíblia é a amada Versão Autorizada Pelo Rei Jaime.]
No Seminário 1, mostramos que a indústria veterinária aperfeiçoou o uso de inserções que são colocadas sob a pele para controlar e identificar os animais. Essa prática está sendo amplamente divulgada atualmente de modo a convencer as pessoas que é uma coisa boa e normal de fazer. Na Bíblia não existe nada que advirta sobre a colocação de um transponder nos animais, mas isso para mim parece ser um condicionamento perfeito para preparar as pessoas para aceitarem no futuro uma inserção similar em seu corpo.
Vamos agora examinar o uso das inserções nas pessoas pelos satanistas e depois determinar se o Anticristo, que a Bíblia diz que será o mais poderoso de todos os feiticeiros praticantes de Magia Negra na história do mundo, possa considerar a Marca da Besta como a inserção satânica final. As citações que fizermos do livro da Dra. Brown estarão entre aspas.
"Inserções são tudo que seja inserido sob a pele ou dentro do corpo, que tenha um demônio, e, algumas vezes, contendo uma carga de venenos físicos (os mais comuns são cianureto e mercúrio)." [Vaso para Honra, pg 101]
Vamos parar aqui por um instante e considerar a informação chocante que acabamos de receber dessa médica que trabalha especificamente com pessoas que abandonam o satanismo por meio da obra gloriosa de Jesus Cristo. Antes de uma inserção ser colocada dentro do corpo, a pessoa recebeu um encantamento ou uma maldição que associou um demônio à inserção! Assim, quando a pessoa recebe essa inserção, recebe também um demônio em seu corpo, que de alguma forma mágica e sobrenatural ficou associado com a inserção! Se o Anticristo usar esse tipo de inserção, colocando-a na mão direita ou na fronte dos habitantes do mundo, terá um instrumento poderoso para controlar as pessoas daquele momento em diante! Talvez seja essa a razão pela qual as pessoas adorarão o Anticristo com tanta devoção e resistirão aos juízos que Deus enviará para tentar levá-las ao arrependimento. Subitamente, podemos compreender melhor o período da Grande Tribulação

Tipos Específicos de Inserções


A Dra. Rebecca Brown descreve então um tipo muito especial de inserção, chamado alfinete:
"São uns pequenos alfinetes sem cabeça ou pinos de metal que são inseridos sob a pele num ritual especial. E demônios aderem a esses alfinetes com diversas finalidades....O que dizem é que os demônios ligados aos alfinetes destroem a pessoa se ela sair da bruxaria ou se os alfinetes forem removidos." [pg 34]
No Seminário 1, quando descrevemos os efeitos e as capacidades dos transponders humanos mais modernos, dissemos que ele poderá ser umtransponder passivo ou um dispositivo ativo que informa a localização exata de qualquer pessoa a qualquer momento. Especulamos que, como o Reino do Anticristo será, segundo as profecias bíblicas, o mais repressivo e controlador da história da humanidade, um dispositivo desses implantado sob a pele de todas as pessoas no mundo faz muito sentido. Entretanto, vemos aqui que os satanistas utilizam há muito tempo essas inserções, energizadas pela feitiçaria satânica!
A Dra. Brown continua a descrever esses alfinetes. "O propósito é o mesmo: exercer controle... Quando alguém recebe um alfinete desses, as pessoas na feitiçaria sempre sabem onde ela está. E quando essa pessoa deixa a feitiçaria, os demônios ligados ao alfinete entram em ação, e tentam matá-la fisicamente." [Ibidem, pg 35]
Os satanistas sempre estão vigilantes observando quem sai da "arte", especialmente por motivo de novo nascimento e conversão a Jesus Cristo. Como a Dra. Brown explica, o único modo de essas inserções serem eliminadas para cancelar o poder que exercem por meio da possessão demoníaca, é com oração, unção com azeite e muita fé. Por meio dessa combinação, o Senhor Jesus Cristo literalmente queima a inserção, freqüentemente fazendo-a emergir pela pele, de onde pode ser extraída utilizando-se uma pinça.
A Dra. Brown explica ainda que esse método de inserções é usado em diversas culturas pagãs em todo o mundo.
"Algumas vezes são pequenas lascas de pedra, um pequeno pedaço de madeira, um dente, ou pedaço de osso humano.... [pg 35] Se você observar outras culturas ao redor do mundo, verá o uso de inserções em toda a parte. Por exemplo, as mulheres hindus na Índia freqüentemente usam uma determinada gema ou pedra embutida na pele, no centro da testa. Esta é a posição do 'terceiro ollho'. Isso as liga com o seu 'deus' e supostamente lhes dá visão especial do mundo espiritual. Várias tribos africanas são bem conhecidas pelos pedaços de ossos que inserem em suas narinas ou nos lábios." [pg 101]
Quando li esse último parágrafo, fiquei assombrado. Por muitos anos, lutei com o conceito que, quando o Anticristo aparecer, uma grande maioria das pessoas do mundo o seguirá como lemingues seguem um ao outro em grandes grupos, lançando-se do penhasco. Como pode ser, especialmente em países tecnologicamente avançados, como Estados Unidos, Canadá, Austrália, ou os países europeus? Agora posso compreender melhor esse dilema; se grandes números de pessoas, em todos os continentes no mundo, possuirem inserções satânicas em seus corpos quando o Anticristo aparecer, estarão sob a influência de pelo menos um demônio, se não mais. Esses demônios poderão excercer uma força ou influência poderosa sobre a imaginação e as emoções das pessoas possessas. Assim, os demônios que possuem dezenas de milhões de pessoas no mundo inteiro exigirão que elas sigam o Anticristo; ou, mais provavelmente, os demônios farão com que a pessoas sintam uma tremenda atração e devoção pelo Anticristo, tornando assim a lealdade delas muito mais fácil.
Há dez anos que luto com a percepção que as pessoas que são aderentes da Nova Era e que já receberam seus próprios "espíritos-guia" são possessas por demônios. Esses "espíritos-guia" não são nada mais que demônios, embora o aderente de Nova Era não tenha a menor noção que seja possesso por demônios. Eles são possessos e estão sendo iludidos! Como o Movimento de Nova Era afirma que tem mais de 30 milhões de aderentes nos Estados Unidos, o impacto de uma minoria da população que seja possessa por demônios quando o Anticristo aparecer é potencialmente grande. Mas, agora, descobri que na verdade o número é muito maior, pois muitas pessoas têm esse tipo de inserção satânica. A Dra. Brown continua a descrever a gravidade do desastre chamado "inserções satânicas":
"Creio que não é uma casualidade o movimento 'gay' ter popularizado os brincos na orelha para os homens. Que efeito tem a colocação de tais brincos nas orelhas de um rapaz que não é homossexual? Eu ficaria muito preocupada com isso se fosse homem. Não estou dizendo que toda jóia seja demoníaca. Mas uma parte delas o é."
Se a pessoa que insere o piercing de orelha, de sobrancelha, ou de qualquer outra parte do corpo, for um satanista, ela poderia ter anteriormente "abençoado" cada inserção, para que, sem o conhecimento do receptor, demônios fiquem ritualmente ligados à inserção. O rapaz ou a moça que receber o piercing poderá então ficar sob a influência do demônio, sem saber disso!
Esse é também o perigo da hipnose, pois a pessoa que a realiza fica com a mente do hipnotizado totalmente sob seu controle, e pode garantir que o receptor não se lembre de nada que foi feito ou dito enquanto estava sob o encantamento hipnótico. Assim a popularidade da hipnose potencialmente oferece a Satanás grande oportunidade de ampliar sua influência na população.
A Dra. Brown continua a explicar as inserções. "Existem pelo menos sete categorias de inserções"
1.      Alfinetes inseridos - já descritos.
2.      Alfinetes de maldição - similares aos alfinetes inseridos, porém têm um propósito mais específico. Destinam-se sempre a ferir, ou matar um inimigo. Antes da implementação, são especificamente amaldiçoados em um ritual. Os alfinetes de inserção podem destinar-se somente a influenciar e não a matar uma pessoa. No entanto, os alfinetes de maldição destinam-se a matar.
3.      Alfinetes de unha são basicamente iguais aos alfinetes de inserção. São inseridos na base da unha dos dedos das mãos ou dos pés, mas, mais comumente, nas unhas das mãos. Têm as mesmas funções que os alfinetes inseridos. [Ibidem, pg 100]
4.      "Teia de Satanás! - É um pedaço de tecido sedoso fino com cerca de cinco a sete centímetros de tamanho. Ela é engolida durante um ritual. A teia é colocada como uma espécie de bomba-relógio que é acionada se algum dia a pessoa voltar-se contra Satanás. Ela produz um ácido intenso no estômago e finalmente o destruirá completamente. Produz toda sorte de dores agudas no estômago e até mesmo sangramento, mas pouco ou nada é encontrado em exames físicos porque o processo é puramente demoníaco." [Ibidem]
5.      Cristais - são extremamente pequenos e são, na verdade, parasitas demoníacos. Apesar de serem cristalinos por natureza, são um parasita vivo. Eu já os vi em um microscópio. São normalmente inseridos atrás do tímpano do ouvido, na corrente sanguínea, ou simplesmente sob a pele. São aproximadamente do tamanho de um a três grãos de sal. Alguns são vermelhos, alguns brancos. Na bruxaria, os cristais vermelhos são freqüentemente chamados de 'cristais vermelhos do diabo'. Se uma mulher tiver um bebê que for consagrado em um altar satânico, ou na presença de outros satanistas, estes cristais serão freqüentemente inseridos na artéria e veias do cordão umbilical do bebê, quando o cordão for cortado. Tanto o bebê quanto a mãe ficam afetados por demônios por esses cristais. ... Eles são capazes de criar doenças devastadoras, e até mesmo a morte, dentro de 4 a 6 meses após a sua colocação." [Ibidem]
6.      DIUs demoníacos - Os dispositivos intra-uterinos (DIU) são freqüentemente colocados por meio de vários procedimentos. Podem ser feitos de metal, mas sempre têm um componente demoníaco... De fato, mais de uma pessoa de alta posição no satanismo, após a entrega da sua vida a Jesus, me contou que todo o conceito de dispositivos intra-uterinos foi inicialmente concebido por médicos envolvidos com feitiçaria... O DIU não impede a fecundação; impede a implantação do embrião no útero. Basicamente, causa um aborto. Os médicos feiticeiros consideraram que os abortos causados por DIUs seriam sacrifícios oferecidos a Satanás." Doc Marquis, o ex-satanista Iluminista, que agora é um cristão nascido de novo, me disse que os satanistas consideram todos os abortos como sacrifícios a Satanás, de forma que a Dra. Brown está simplesmente confirmando o que Doc me disse. A dra. Brown observa que, embora os DIUs tenham sido muito utilizados no início, logo começaram a causar sérios problemas, e finalmente o uso tornou-se menos comum. Ela diz que a principal razão dos muitos problemas era o componente demoníaco do dispositivo e tem algumas palavras de aconselhamento para as mulheres cristãs que utilizam esse dispositivo como forma de evitar a gravidez: "Toda mulher cristã que teve um DIU implantado deveria removê-lo fisicamente e então fechar a brecha. Lembre-se, todos os abortos são sacrifícios humanos a Satanás. Se você já usou um DIU, deve pedir ao Senhor que a perdoe e a purifique, e então ordenar a todos os demônios que entraram em você por meio do DIU, e dos abortos causados pelo DIU, que saiam imediatamente, em nome de Jesus." [Ibidem, pg 106]
7.      "Inserções dentais são comuns nos altos satanistas. Normalmente são microcircuitos de computador que podem ser literalmente rastreados por satélite. Assim, até que sejam removidos, a pessoa pode ser rastreada em qualquer lugar do mundo. A localização da pessoa é conhecida o tempo todo. Uma variação desses microcircuitos está atualmente sendo introduzida na população em geral dos Estados Unidos e de outros países. Já são utilizadas em animais há vários anos. No inverno de 1989 e 1990, a 'arte' começou a pressionar pela implantação de microcircuitos em crianças, seja sob a pele da mão direita ou na fronte. O propósito apresentado foi o de impedir os numerosos raptos de crianças nos Estados Unidos... As numerosas organizações de 'Localização de Crianças' estão começando a solicitar a utilização desses microcircuitos." [Ibidem]
"Também já ouvi, de alguns membros de alta posição na feitiçaria que vieram a Jesus Cristo recentemente, que esses microcircuitos de computador serão colocados nas carteiras de motorista e nos cartões de crédito em futuro próximo.... Serão esses microcircuitos de computador a "marca da besta?" Penso que bem poderiam ser... Observe que as Escrituras [tradução em inglês Autorizada pelo Rei Jaime] dizem o sinal deve ser recebido na mão ou na fronte, não sobre. Será que é porque o Senhor sabia que uma inserção poderia ser usada, em vez de uma simples marca sobre a superfície? Creio que poderíamos dizer que o 'sinal da besta' é a inserção satânica definitiva." [Ibidem]
Novamente, podemos ver grandes evidências que nossa sociedade está sendo condicionada a aceitar o satanismo de Magia Negra do Anticristo. Parece que podemos ver as "inserções" em toda a parte na sociedade atual. Vemos diversas variedades de anéis para os dedos, anéis, ou pinos, também chamados de piercings sendo colocados no nariz, nas orelhas, nas sobrancelhas, na língua, no umbigo e alguns até nos órgãos genitais. Se a pessoa que insere esses dispositivos for um satanista praticante, quem recebe esses piercings pode ser afligido ou tornar-se possesso por demônios sem saber disso. Lembre-se, o cristão é controlado pelo Espírito Santo não pode ser possesso por demônios, mas o incrédulo não tem essa proteção. A pessoa que permite que seu corpo seja perfurado dá a Satanás e aos seus demônios a "permissão legal" que eles precisam para vir e possui-la.
Finalmente, lembre-se que a possessão demoníaca geralmente não provoca na pessoa aquelas quedas incontroláveis e o comportamento estranho que normalmente associamos com a possessão demoníaca. A maioria das pessoas possessas por demônios atua de forma absolutamente normal na maior parte do tempo. No entanto, no momento em que o demônio quiser, a pessoa possessa subitamente cairá sob o controle dele. Acho que a hora da história em que esse súbito controle ocorrerá simultaneamente será quando o Anticristo aparecer em cena, e será o fator que determinará sua vasta aceitação. Naquele momento, todas as pessoas possessas subitamente estarão sob o controle de seus demônios.
Assim se cumprirá a profecia que diz: "E toda a terra se maravilhou, seguindo a besta; e adoraram o dragão porque deu a sua autoridade à besta; também adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá pelejar contra ela?" [Apocalipse 13:3-4]
Agora, compreendo como é que tantos bilhões de pessoas cairão de joelhos para adorarem ao Anticristo. Muitos estarão possessos de diferentes formas. E quando o demônio dentro delas disser, "adore a besta", o pobre, iludido e perdido ser humano obedecerá.
Creio também que a controvérsia sobre se a Marca da Besta será sobre a mão ou na mão esteja resolvida agora. A Marca da Besta será a inserção satânica final e a mais eficiente. Além disso, será dotada de poder da Magia Negra satânica. Verdadeiramente, o fim dos tempos está muito próximo.
O RFID vai etiquetar o mundo

27/06/2006
RFID é a sigla para Radio Frequency Identification, ou Identificação por Radiofreqüência. Trata-se de uma tecnologia em ascensão que foi desenvolvida pelo Massachussetts Institute of Technology (MIT), nos EUA, e que utiliza ondas eletromagnéticas para acessar dados armazenados em um microchip.

A solução é descendente da tecnologia dos transponders que foram utilizados pelos ingleses na 2ª Guerra Mundial. O transponder ainda é usado e funciona recebendo e transmitindo sinais quando uma “pergunta”, em forma de pulso eletrônico, é feita. Quando foi utilizado na 2ª Guerra, ele identificava os aviões da Royal Air Force (RAF – Força Aérea Real). Assim, quando uma aeronave surgia no radar e não “respondia” com seu transponder, ela era identificada como inimiga e abatida.

O RFID pode ser visto como um transponder muito mais barato e simples e que por isso pode ser usado para identificar praticamente qualquer coisa. Como um CPF ou RG, a parte de identificação do RFID é composta por um conjunto de números. Cada chip tem um código eletrônico de produto que é único (também conhecido como EPC – Electronic Product Code) e que pode ser consultado por meio de antenas de radiofreqüência. Ou seja, quando a etiqueta é colada em uma lata de refrigerante, uma televisão, um cachorro ou uma pessoa, a etiqueta, ou tag, transmite a informação para antenas com freqüência compatível e essas antenas ativam o chip, eletronicamente, identificando o produto.

Igual ao código de barras?

Roberto Matsubayashi, gerente de soluções da GS1 Brasil – que discute a padronização da tecnologia em todo o mundo – explica as diferenças entre o RFID e o código de barras. “O código de barras define uma unidade de estoque. Por exemplo, para todas as latas de 300g de massa de tomate há um único código. Já no RFID cada etiqueta tem um EPC, ou um número único – o que facilita o controle de estoque e o rastreamento dos produtos”, detalha. Regiane Relva, professora universitária de Tecnologia da Informação na Faculdade de Informática e Administração Paulista (FIAP), completa: “O RFID pode resgatar qualquer informação vinculada a um produto devidamente etiquetado com o chip”.

RFID no Brasil

Regiane Relva acrescenta que o baixo custo do RFID possibilita a ampliação do número de aplicações da tecnologia. “O custo é relativamente baixo, cerca de R$ 0,10 por chip etiquetado”, diz. No Brasil, o sistema de cobrança de pedágio “Sem Parar” – que permite o trânsito livre de veículos por pedágios e estacionamentos de shoppings – utiliza a tecnologia RFID. O carro, quando passa, é identificado e ao final do mês, o dono daquela identidade eletrônica recebe uma conta do que foi consumido com a tal etiqueta.

E o RFID começa a ganhar espaço no varejo brasileiro. A Companhia Brasileira de Distribuição (CDB), que faz parte do Grupo Pão de Açúcar (GPA), e as empresas Gillette, Procter&Gamble, CHEP e Accenture realizaram um projeto-piloto com o uso de RFID no Brasil. O Grupo Pão de Açúcar participou com sua estrutura de distribuição, a Gillette e a Procter&Gamble contribuíram com seus produtos. Já a CHEP e a Accenture ficaram com a infra-estrutura e a consultoria tecnológica do projeto.

A primeira fase do projeto foi concluída em fevereiro de 2005 e durou cinco meses. O projeto envolveu cerca de 1000 paletes, plataformas nas quais são armazenadas as caixas dos produtos. Esses produtos receberam etiquetas RFID e foram monitorados durante o processo de transporte da área de armazenamento até as lojas do Grupo Pão de Açúcar. Ou seja, nessa fase, não foi testado o uso do RFID em pontos-de-venda. "Esse experimento será importante para o desenvolvimento gradual do mercado, que precisa se preparar e se adequar com novas ferramentas para atender as mudanças que esse conceito provocará  na cadeia de suprimentos", afirma Ney Santos, diretor de Tecnologia da CBD.

Todos os dados de controle de entrega foram armazenados em um aplicativo comum aos participantes do projeto. Com isso, foi possível acompanhar o ciclo dos pedidos, montar inventários em tempo real, inibir o roubo de cargas, identificar em qual fase do processo de entrega houve danos aos paletes e produtos e facilitar o planejamento da encomenda de novos produtos. "Os custos para a implantação total desse novo sistema no país são elevados, mas há de se buscar formas alternativas e criativas para solucionar a questão", declara Santos.

RFID no Mundo

Em países como os EUA e a Alemanha, o RFID já é usado para controle de estoque. “Com o uso dessas etiquetas, será possível registrar automaticamente quando e o quê os consumidores selecionam nas gôndolas. Assim, a solicitação para reposição imediata do produto comprado é feita automaticamente. Isso reduz custos operacionais de administração de estoques”, explica Regiane. Outra utilidade já dada às etiquetas é a prevenção de furtos em lojas, shoppings e supermercados.

“A idéia é que os caminhões e as mercadorias possuam os tags. Assim será possível rastrear a mercadoria durante todo o processo de distribuição. Isso também ajuda a evitar o roubo de cargas, uma vez que os veículos poderão estar integrados a um sistema de rastreamento por satélites”, completa a professora.

Privacidade

Mas à medida que cresce o uso da tecnologia RFID, aumentam também as discussões éticas que envolvem o tema. As etiquetas em si não têm capacidade para armazenar dados pessoais dos consumidores; elas apenas guardam um número que possibilita a identificação de um produto adquirido por essas pessoas. A polêmica, porém, tem início quando as lojas começam a associar o comprador ao produto sem o seu consentimento - o que pode ser feito também, mas não somente, com a tecnologia RFID. Abre-se um canal para que cartões bancários sejam enviados sem solicitação, e que promoções indesejadas sejam oferecidas sem prévio consentimento do usuário.

Regiane Relva afirma que esse tipo de ação, no entanto, já acontece atualmente, mesmo com o uso limitado da tecnologia RFID. “Pouca gente sabe que quando se inscreve em um programa de fidelidade de um supermercado, por exemplo, cria-se uma imensa lista com tudo o que é comprado. Depois, essa informação é usada para mandar propaganda direcionada”, destaca. “Em cada venda somos levados a fornecer nossos dados, e os argumentos são vários: descontos irresistíveis, milhagem, regalias. Até a legislação federal pede para que todas as vendas sejam associadas a um CPF”, analisa a professora.

Padronização

Ainda não há definição legal quanto à padronização da tecnologia – o que facilitaria o estabelecimento de um regulamento ético a ser seguido. A EPCglobal é uma das entidades mundiais sem fins lucrativos que defende a padronização da identificação por radiofreqüência. A GS1 também trabalha para o estabelecimento de padrões de uso para a tecnologia. “A proposta para um padrão único já existe e está sendo discutida mundialmente”, conta Roberto Matsubayashi, gerente de soluções da GS1 Brasil.

O executivo explica que as especificações surgem à medida que a tecnologia é implantada. “As empresas explicam o que precisam, como maiores distâncias de leitura das etiquetas, novas chaves para criptografia, ou maior taxa de transferências de dados, e a gente tenta elaborar um padrão que dê conta de todas essas necessidades”, diz.

Matsubayashi faz questão de lembrar que a privacidade do consumidor também é levada em conta quando se discute o assunto e que um Comitê de Políticas Públicas foi criado para tratar de questões que envolvem o assunto. “Os produtos que usam a tecnologia deverão contar com algum tipo de selo que informe o cliente que sobre o uso de etiquetas RFID, por exemplo”, conta. Inutilizar a etiqueta assim que ela sai da loja é outra medida que, segundo o executivo, é válida para proteger o comprador. Quanto à segurança no uso da tecnologia, Regiane Relva lembra que a tecnologia está exposta. “Como é baseada em redes sem fio o RFID está sujeito às invasões de hackers e vírus”, alerta Relva.

Limites e perspectivas da tecnologia

Segundo Regiane Relva, uma série de dificuldades tecnológicas ainda tem de ser superadas para que o RFID conquiste mais espaço no mercado. Entre os obstáculos, está dificuldade de leitura e gravação de dados em ambientes próximos a metais ou líquidos - supermercados, por exemplo. Alguns desses problemas foram constatados no projeto piloto conduzido pelo Grupo Pão de Açúcar. Docas metálicas, líquidos e gel atrapalharam a leitura de dados, o que exigiu o reposicionamento das antenas de captação de sinal. Mesmo assim, o índice de leitura obtido foi de 97%, segundo o Pão de Açúcar.

Para Regiane Relva, “ainda há vários detalhes a acertar, mas o RFID já está engatinhando e quase aprendendo a andar”, comemora. Muitos dos novos usos da solução foram apresentados durante a CeBIT 2006, uma das maiores feiras de tecnologia do mundo que acontece anualmente em Hannover, na Alemanha.

Uma delas é a geladeira do futuro. Com um leitor de chips RFID, o eletrodoméstico identifica os produtos estocados e avisa ao usuário quando um produto com a etiqueta está acabando ou perderá a validade. Já a máquina de lavar roupas do futuro identifica a roupa pelo chip e avisa ao usuário qual ciclo da máquina deve ser utilizado para não estragá-la. Outra novidade que se vale da tecnologia é o provador do futuro. Trata-se de um espelho que interage com o público à medida que as roupas – etiquetadas – são retiradas das gôndolas. A idéia do protótipo é que no futuro, o próprio cliente seja “escaneado” dos pés à cabeça e que ele se veja “vestido com as roupas” sem ter que experimentá-las.

Etiquetas de RFID: Big Brother miniatura


— Declan McCullagh, CNET
Será que no futuro uma pessoa poderá ser constantemente rastreada pela suas roupas, sapatos ou até pelo dinheiro?
Não estou falando de um microchip cirurgicamente implantado sob a pele, o que a Applied Digital Systems de Palm Beach, Flórida, gostaria de fazer. Tampouco me refiro ao sinistro sistema de vigilância espiã de John Poindexter, o Total Information Awareness (Monitoramento Total das Informações).
Refiro-me à possibilidade de, no futuro, sermos rastreados porque estamos vestindo, comendo ou carregando objetos cuidadosamente criados para permitir o nosso rastreamento.
O nome genérico da tecnologia à qual me refiro é RFID, uma sigla para radio frequency identification, ou identificação por rádio-freqüência. As etiquetas de RFID são microchips minúculos, aproximadamente do tamanho de metade de um grão de areia. Eles captam sinais de rádio e respondem transmitindo um código de identificação exclusivo. Em geral, as etiquetas de RFID não possuem bateria, mas usam a potência do sinal de rádio inicial para transmitir a resposta.
A Wal-Mart e a Tesco, rede de supermercados com base no Reino Unido, já estão começando a instalar "prateleiras inteligentes" com leitores de RFID ligados em rede. No que será o maior teste da tecnologia, a gigante Gillette anunciou recentemente a compra de 500 milhões de etiquetas de RFID.
É perturbadoramente fácil imaginar um cenário onde tudo que você compra que for mais caro que uma barra de chocolate terá uma etiqueta de RFID, a qual, tipicamente, inclui um identificador exclusivo de 64 bits capaz de combinar cerca de 18 quatrilhões de valores. A empresa alemã que inventou as etiquetas de RFID laváveis prevê que o dispositivo seja embutido na roupa. Segundo o EE Times, o Banco Central Europeu está considerando incrustar as etiquetas de RFID nas cédulas a partir de 2005.
Isso gera a inquietante possibilidade de sermos rastreados pelos nossos bens materiais. Imagine: A Gap (rede de lojas de roupas) faz a ligação entre a etiqueta RFID com o cartão de crédito usado para comprar e o reconhece pelo nome quando você voltar à loja. Os supermercados vão exibir propagandas em flashes do tamanho da parede de artigos que correspondam ao seu perfil de consumo, tal como visto no filme "Minority Report - a nova lei". A polícia ganha um método moderno de monitoração constante, do berço ao túmulo...
Os processos de divórcio do futuro poderiam incluir uma pesquisa aos registros de RFID - para provar que o cônjuge estava em um certo local a uma certa hora. Os arrombadores do futuro poderiam rastrear os becos com detectores de RFID, procurando etiquetas de RFID em embalagens descartadas que indiquem que alguém ali comprou algum equipamento eletrônico caro. Em todos esses cenários, o anonimato está ameaçado.
Não me entenda mal. As etiquetas de RFID são, de uma maneira geral, um avanço útil. Permitem que varejistas reduzam seus estoques e roubos, os quais o setor acredita responderem por prejuízos anuais de 50 bilhões de dólares. Com a eficiência econômica garantida pelas etiquetas de RFID, os consumidores vão se beneficiar com mais opções a menores preços. Além disso, não seria conveniente pegar alguns itens da prateleira da loja e ir embora, pois, quando o cliente sair da loja, o valor correspondente à sua despesa seria automaticamente debitado ao seu cartão de crédito RFID, o qual, espera-se, será uma forma segura de pagamento.
A ameaça à privacidade está no fato de as etiquetas de RFID permanecerem ativas depois que você sair da loja.

Conheça a tecnologia que deverá ser usada nos chips veiculares

18/08/2006
Conheça a tecnologia que deverá ser usada nos chips veiculares

FRANCISCO MADUREIRA
Editor do UOL Tecnologia

Câmeras. Antenas. Satélites. E agora, chips. Em uma era cada vez mais "1984", de George Orwell, São Paulo pode tornar obrigatória a instalação de etiquetas eletrônicas em veículos a partir de 2007. Com eles, seria possível rastrear qualquer carro pela cidade em tempo real, conforme o chip é detectado por antenas espalhadas pelas ruas.

No último dia 9 de agosto, o prefeito Gilberto Kassab (PFL) e o ministro das Cidades Márcio Fontes divulgaram a assinatura de um protocolo de intenções para regulamentar no Contran (Conselho Nacional de Trânsito) a obrigatoriedade do chip.

A etiqueta eletrônica funcionaria como o "Sem Parar", sistema eletrônico de pagamento de pedágios, e vai utilizar a tecnologia RFID (Identificação por Radiofreqüência).

O bilhete único, utilizado como meio de pagamento no transporte público de São Paulo, já utiliza esta tecnologia. Nova York vai começar a testar um sistema semelhante no metrô neste semestre, e o metrô de Moscou possui cartões com RFID desde 1998. A tecnologia também é utilizada para administrar grandes estoques em redes de supermercados ou bibliotecas, e nas chaves de carros com imobilizador eletrônico.

Até seres humanos já implantaram chips RFID, como 
Kevin Warwick, professor britânico que tem por projeto tornar-se um ciborgue. Algumas casas noturnas de Barcelona (Espanha) e Rotterdam (Holanda) também fazem implantes em seus clientes VIP, que utilizam o chip no lugar de comandas de consumo.

Privacidade

A grande polêmica em torno da tecnologia RFID está na capacidade que governos e companhias podem ter em rastrear informações pessoais. No site 
http://www.spychips.com/, por exemplo, Katherine Albrecht e Liz McIntyre, ativistas da privacidade do consumidor, fazem campanha contra o uso de chips e relacionam empresas e produtos que utilizam RFID.

De qualquer forma, apesar da polêmica, a intenção da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) de São Paulo não é se tornar um Grande Irmão, personagem de Orwell. "Apenas vamos dispor de ferramentas mais modernas para gerir o tráfego", diz Aquiles Pisanelli, 54, engenheiro mecânico e assessor de diretoria da CET.

Ele conta que já existem 24 antenas instaladas na cidade, em um projeto piloto que contou com a participação de 550 veículos. A privacidade, explica, deve ser "total", e a localização dos veículos não será divulgada para outros órgãos públicos, "salvo se houver uma decisão judicial ou algum outro fato de força maior que motive essa ação".

Pisanelli participa de um grupo de trabalho que definirá, nos próximos 60 dias, os detalhes do sistema IAV (Identificação Automática de Veículos). Segundo ele, após a conclusão dos trabalhos, ainda é necessária uma resolução do Contran e um acordo da prefeitura de São Paulo com o Detran para que o chip se torne realidade.

Ele conversou com o UOL Tecnologia e deu mais detalhes sobre o funcionamento do sistema. Confira os principais trechos da entrevista:



    

UOL Tecnologia - Os chips serão gratuitos? Como eles serão instalados?
Aquiles Pisanelli -
 Sim, serão gratuitos. A idéia é de que os proprietários se dirijam a locais específicos para fazer a instalação e o registro dos dados do veículo e de seu chip (ou etiqueta eletrônica). Se o modelo de chip adotado for similar ao do "Sem Parar", por exemplo, os chips serão colados no pára-brisas. Também há modelos para instalação junto à placa e em outros pontos do veículo.

UOL - Então ainda não há definição sobre onde serão instalados os chips?
Pisanelli -
 Tudo dependerá da tecnologia que irá ser adotada no país. Existe um grupo de trabalho, constituído pelo Ministério das Cidades e coordenado pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), que estudará o assunto e deve chegar às definições em 60 dias. Os trabalhos deste grupo começam efetivamente esta semana, com uma reunião em Brasília na quinta (17/08), com a participação de representantes do CET, do Denatran, do Detran-RJ (Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro) e do serviço de inteligência da presidência da República, entre outros.

UOL - Será possível retirar o chip do veículo após a instalação?
Pisanelli -
 Não. A idéia é de que o chip se autodestrua se for retirado do local onde foi originalmente instalado.

UOL - O chip substituirá o emplacamento dos veículos?
Pisanelli -
 Não. Eventualmente, em um futuro mais distante, pode ser que isso ocorra. Mas é bom esclarecer que isso é matéria de legislação federal, no âmbito do Contran, não uma decisão que caiba à CET, que é municipal.

UOL - Que empresa vai fabricar o chip? Que tecnologias ele usará?
Pisanelli -
 Existem diversas empresas fabricantes de etiquetas eletrônicas no mundo. Não existe nenhuma pré-definida, porque os detalhes da tecnologia que vamos utilizar no Brasil ainda têm que ser definidos pelo grupo de trabalho, e também porque a seleção depende de uma concorrência. O que se pode adiantar é que os chips vão utilizar a tecnologia RFID, a Identificação por Radiofreqüência.

UOL - O chip então permitirá rastrear os carros a distância?
Pisanelli -
 O chip poderá rastrear um veículo quando isso for necessário. O funcionamento do sistema IAV (Identificação Automática de Veículos) é bastante simples: conforme um veículo com chip passa por uma antena instalada na rua, essa antena detecta o chip, identifica-o e envia essa informação para um sistema informatizado. Como a localização da antena é conhecida, podemos saber por onde o veículo passou e para onde está se dirigindo, conforme ele é detectado por outras antenas. Esta informação é importante no caso de um veículo roubado, por exemplo.

UOL - Então a localização não será em tempo real, como seria com uma tecnologia como o GPS (Global Positioning System), certo?
Pisanelli -
 Com o chip será possível detectar os pontos pelos quais um veículo passa, e com base nisso prever para onde ele está indo. Se for acionado como rastreador, o sistema poderá sim localizar um carro em tempo real.

UOL - Que tipos de infração poderão ser detectadas pelo chip?
Pisanelli -
 Desrespeito ao rodízio e às zonas de máxima restrição de circulação, por exemplo. Todavia é importante deixar claro que a intenção principal da CET é utilizar o sistema IAV principalmente na gestão do tráfego. Dentre diversas outras aplicações possíveis, o sistema possibilita calcular a velocidade média nas vias, fazer a contagem selecionada de veículos, pesquisar a origem e o destino dos carros, monitorar o transporte de produtos perigosos, de cargas volumosas ou indivisíveis, e também o deslocamento de frotas, além de uma série de outras ferramentas para a gestão do tráfego em tempo real.

UOL - Mas e o caso das Marginais, ou de outras avenidas em que trafegam caminhões e veículos de outros Estados? Com tantos veículos sem chip, os dados do sistema não ficam irreais?
Pisanelli -
 Para evitar que isso aconteça, pretendemos usar em diversos pontos um sistema combinado, com IAV e o LAP (Leitura Automática de Placa), que a CET vem testando deste 2005. Quando um veículo passar pela antena e o IAV descobrir que ele não tem o chip, o LAP entrará em ação - ele fotografa a placa e usa um software de OCR [como os utilizados por scanners domésticos para digitalizar textos] para identificar o veículo. Então ele consulta uma base de dados nacional para obter os dados.

UOL - A Prefeitura ou a CET prevêem a utilização do chip para algum tipo de cobrança, como pedágios ou zona azul? Como funcionaria a cobrança, nesses casos?
Pisanelli -
 Essas são aplicações que dependem dos detalhes da tecnologia que será adotada no país e que ainda está dependendo de regulamentação. Há duas opções: a tecnologia européia, que opera com uma faixa de freqüência de 5,8 GHz, e a americana, que opera em 915 MHz. As duas têm experiências prévias no Brasil.

UOL - Como funcionaria o pagamento de IPVA ou o licenciamento, uma vez que todos os carros da cidade tenham chip?
Pisanelli -
 Quando o veículo passa por uma antena, o sistema verifica na base de dados se há débitos de IPVA, multas ou licenciamento. Em uma blitz, por exemplo, o policiamento de rua poderá facilmente identificar e deter os veículos irregulares, diferentemente de agora, quando os policiais não sabem qual é a condição do veículo que param.

UOL - Haverá privacidade para os dados do usuário? A prefeitura ou a CET têm uma política de privacidade para esse tipo de informação?
Pisanelli -
 A privacidade deverá ser total. Da mesma forma como ocorre hoje com as informações bancárias e telefônicas. Uma política de privacidade será adotada pela entidade que operar o sistema. Esse é também um dos temas a ser tratado pelo referido grupo de trabalho.

UOL - A instalação do chip representa alguma ameaça à privacidade do cidadão, na medida em que seu veículo pode ser encontrado em qualquer lugar?
Pisanelli -
 Um veículo com chip é a mesma coisa que um celular. Ele eventualmente pode ser localizado se houver uma decisão judicial ou algum outro fato de força maior que motive essa ação e que esteja devidamente amparado em lei. Senão, não poderá ser localizado.

UOL - A tecnologia permitirá compartilhamento com outros serviços de georreferenciamento, como guias de ruas online?
Pisanelli -
 Isso é possível. Todavia, para uma resposta mais conclusiva, devemos esperar a conclusão dos estudos do referido grupo de trabalho.

UOL - Na previsão da CET, quantas antenas deverão ser instaladas inicialmente em São Paulo, caso o projeto seja posto em prática?
Pisanelli -
 Essa informação ainda não está disponível, pois depende da tecnologia a ser adotada. Mas podemos adiantar que serão 2.000 ou 3.000 antenas, em função das características da cidade. Mas tudo ainda depende do resultado dos trabalhos do grupo de trabalho.

UOL - E como foram os testes realizados em setembro de 2005 nos Jardins, em São Paulo?
Pisanelli -
 Os testes que começaram em setembro do ano passado, e continuam até agora. Foi implantado um projeto piloto com a instalação de 24 antenas no quadrilátero formado pelas avenidas Nove de julho, Rebouças, Paulista e Faria Lima. Cerca de 550 etiquetas eletrônicas foram instaladas em táxis, viaturas da CET e outros veículos voluntários que trafegam pela região.

Até o momento, o piloto tem apresentado resultados muito satisfatórios. Conforme os veículos circulam pelas vias, as etiquetas têm sido facilmente identificadas pelas antenas. Conseguimos obter dados de contagem classificada de veículos, velocidades médias e tempos de percurso, instantaneamente, em todas as vias onde há antenas.

As informações das origens e destinos dos veículos que participam do piloto têm sido compiladas, permitindo um estudo apurado do comportamento do tráfego na área, e, com o mapa obtido com estes dados tem proporcionado informações on-line das condições de tráfego nas vias da região.

UOL - Haverá proteção contra clonagem dos chips?
Pisanelli -
 Essa é uma das principais preocupações na definição da tecnologia. Dentre outras proteções, os dados dos chips serão criptografados para evitar a clonagem e outros usos inadequados.

UOL - E onde ficarão armazenados os dados dos usuários dos chips? Como a segurança desses dados será garantida?
Pisanelli -
 Da mesma forma como ocorre atualmente, os dados dos proprietários de veículos ficarão sob responsabilidade dos órgãos de trânsito e com a segurança que seus computadores têm proporcionado até hoje.

UOL - Que órgãos e entidades terão acesso a esses dados? Alguma entidade privada terá acesso às informações? O que garante que dados pessoais e privados podem vazar para a iniciativa privada?
Pisanelli -
 O acesso a esses dados se dará nos moldes de legislação vigente, com total obediência aos preceitos legais de manutenção da privacidade do cidadão, da mesma forma como ocorre com o sistema bancário e o de telefonia.

UOL - Há expectativa de venda das informações obtidas (rotas mais freqüentes, controle de tráfego, etc.) para alguma entidade pública ou privada?
Pisanelli -
 Não se cogita vender informações. Repita-se que há previsão de sigilo na identificação do veículo, da mesma forma que para o sistema bancário e o de telefonia.

UOL - Os dados de fiscalização e monitoramento serão disponibilizados na Internet? Que dados serão abertos, que dados serão fechados?
Pisanelli -
 Poderão ser disponibilizados todos os dados que digam respeito ao trânsito tais como: condições de tráfego, velocidade média na via, rotas alternativas, etc.

UOL - A localização de veículos será compartilhada com setores da segurança pública?
Pisanelli -
 Não. Com ninguém. Salvo se houver uma decisão judicial ou algum outro fato de força maior que motive essa ação e que esteja devidamente amparado em lei.

UOL - Qual é a previsão para o início de instalação dos chips e das antenas na cidade de São Paulo?
Pisanelli -
 Isso depende uma série de providências legais prévias, nos planos municipal, estadual e federal. A expectativa é de que isso ocorra no decorrer de 2007.

UOL - O chip permitiria a substituição do rodízio pelo pagamento de taxas para circular em dias determinados?
Pisanelli -
 Evidentemente, o chip facilitaria a fiscalização dessa prática. Todavia são assuntos independentes. Essa prática poderia até ser adotada hoje, mas não o é por uma questão de filosofia.

UOL - Segundo reportagem da Folha publicada na última quarta, Roberto Scaringella, presidente da CET, é defensor contumaz do pedágio urbano. A instalação do chip é o primeiro passo para a cobrança?
Pisanelli -
 O projeto de implantação do chip está totalmente desvinculado da idéia de pedágio urbano.

UOL - Há exemplos de outras cidades ou países que implantaram o chip em veículos? Qual a experiência e usos dados ao chip nestas regiões?
Pisanelli -
 Temos notícias de que diversos países têm utilizado o chip para identificação veicular. Nas capitais da Noruega e do Chile, por exemplo, foram recentemente implantados sistemas semelhantes ao que se pretende adotar aqui. Todavia, como são casos muito recentes, ainda não há base de dados para maiores informações sobre o desempenho desses sistemas.

UOL - O CET vai se tornar um "Grande Irmão"?
Pisanelli -
 Não. Apenas vai dispor de ferramentas mais modernas para gerir o tráfego de São Paulo. Com estas novas ferramentas para gestão e controle do transito e do tráfego a CET poderá: melhorar a fluidez do transito, controlar acessos a áreas com restrições, aumentar a eficiência da fiscalização e reduzir a inadimplência.
Implantes - Identidade Digital

Controle Global - Verichip - Marca da Besta - Vantagens e desvantagens do implante. Você será obrigado a usar. Países que vão aderir em breve. Brasil e Portugal incluídos. O biochip é o avanço para a Nova Ordem Mundial e o controle Global via satélite. Todos os seus passos serão observados.

Iremos ser marcados como gado, sujeitos a um controle global.
Vários países, entre eles: China, Israel, Brasil, Austrália, México, Índia, Eua e toda a União Européia, pretendem estabelecer um novo sistema de identificação e controle dos cidadãos.
Um implante no braço, na mão, ou testa, biometria, identidade digital.
A Marca da Besta passou do papel para a realidade, quem nunca acreditou em teorias de conspiração pode ver que a realidade está próxima, agora é tarde demais para abrir os olhos.
Durante vários anos haviam rumores quanto a isso, mas os Governos estavam somente a aguardar o momento certo, seria necessário um motivo, logo após o atentado de 11 de Setembro de 2001 ao World Trade Center tiveram o motivo necessário.
Este implante, dizem, poderia  combater o terrorismo visto que todos os cidadãos seriam rastreados, catalogados e controlados.
Pela "segurança" mundial perderemos aos poucos os nossos direitos, a nossa individualidade, a nossa identidade.
A Applied digital solutions já colocou implantes "verichip" de 12mm em milhares de cidadãos de todo o mundo, bem perto de nós (Portugal) na vizinha Espanha já muitos utilizam o chip para pagamento de serviços quando vão à discoteca.
Existem muitas outras empresas desenvolvendo chips entre elas a conhecida Motorola a qual produziu milhões de chips para a Mondex (http://www.mondexusa.com ).
MON-DEX - Um conjunto de duas palavras, Monetário e Destra, que de acordo com o dicionário de Websters define-as como:  Montear -  aquilo relativo ao dinheiro. Deter: - relativo à, ou localizada na mão direita.
Um dos chips concebido pela Motorola, o BT952000 foi projetado pelo Dr. Carl Sanders, orientado em 17 reuniões sobre a Nova Ordem Mundial a devolver o dispositivo para uso global em seres humanos para fins econômicos e de identificação pessoal.
Portugal vai aderir ao chip, dentro de poucos anos ele substituirá todos os documentos, Bi, Cartão de Saúde, Cartão de Crédito, Carteira de Motorista, tudo.
O chip tem o tamanho de um grão de arroz, mas na verdade ele fica dentro de uma cápsula com mais coisas ( bateria, etc) e terá cerca de 12mm.
Quem recusar a usar o chip será excluído socialmente, como diz a profecia Bíblica.
Acredito que "não há coincidências", desde o início que a Bíblia anunciava o chip, vejam é bastante claro:
“Conseguiu que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos tivessem um sinal na mão direita e na fronte , e que ninguém pudesse comprar ou vender se não fosse marcado com o nome da fera ou com o numero do seu nome “ (Apocalipse 13,16 - 17)  
Esta é a Nova Ordem Mundial, New World Order (NWO), há muitos anos que a Internet denunciam a Nova Ordem, porém muitos ainda não acreditam. Alguns, ironicamente, dizem que isso é uma teoria de conspiração.
Continuando, a imprensa irá promover somente algumas vantagens, para aliciar as pessoas.
Vantagens:
Você com um chip não correria risco de ser assaltado para lhe roubarem dinheiro, não precisaria usar vários cartões.
No hospital bastaria ler o seu chip para ter acesso rápido à sua ficha médica, etc.
Eu confesso que haverão boas vantagens, não sou doido.  Hoje em dia a tecnologia facilita muito, por exemplo a nível doméstico o micro-ondas, a tecnologia facilita muito, celulares, controle remoto, computadores, e tudo mais.
Sei que seria mais fácil passar a mão num scanner e deixar de usar dinheiro, e não mais ter problemas com trocos, cálculos, etc.
Seria mais fácil entrar em casa passando o dedo num scanner do que usar a chave, não haveria nunca mais o problema de perder chaves de casa, etc.  Porém, o que ninguém nos diz são as desvantagens, quanto custaria adaptar essa tecnologia em casa, no carro?
Para todas essas facilidades tecnológicas, venderíamos a nossa privacidade, a nossa liberdade para ficar marcados como gado? Para sermos detectados via satélite e todos os nossos passos, compras, hábitos, consumos, quiçá o próprio pensamento, tudo ser visionado?
Bem alguns mais críticos poderão pensar, "ele é doido, é contra o desenvolvimento tecnológico? Antigamente também alguns eram contra o cartão de crédito e preferiam usar dinheiro".
Ok, eu sou adepto da tecnologia, adoro tecnologia, computador, celular, cartão de crédito.  Acontece que essa tecnologia é separada de mim, enquanto que um implante ficaria dentro de minha carne, inseparável, todos os meus passos rastreados, eis a diferença.
Hoje somos livres para optar entre usar dinheiro ou cartão, contudo seremos obrigados futuramente a usar implante.
Quem não usar fica excluído socialmente, será catalogado de fora da lei, não poderá comprar nada sem o implante.

As desvantagens...
Eis algumas delas:
Todos os cidadãos serão monitorizados por satélite.
Perderemos a nossa privacidade.
Vejam este exemplo, a greve é uma forma de protesto e um direito civil do cidadão, se todos tiverem um chip serão facilmente identificados os civis que fizerem greve, sofrerão represálias.
Hoje em dia quando alguém é assaltado ouve "passe a carteira isto é um assalto", o chip não vai mudar isso, não poderá haver muita diferença na segurança, imaginem esta situação "dê-me o seu chip, isto é um assalto".
O crime organizado saberá remover os implantes de pessoas ricas e com esse implante passam a ser proprietários daquele número, certo?
Alguém que retirasse o implante de um milionário e colocasse em si o implante, poderia ter acesso à moradia do antigo proprietário do implante, certo?
Hoje se alguém nos rouba o BI , apenas roubou esse cartão de identidade, mas quando alguém nos removesse o implante ( ele fica apenas 1,4 polegadas abaixo da pele ) roubava-nos tudo, pois o acesso a tudo e todos os dados ficam no implante, ele tem registrados todos os nossos dados, toda a nossa vida!
Atualmente, muitos piratas informáticos conseguem entrar em bases de dados de Bancos, conseguem rastrear transações bancárias, quem nos garante que algum pirata não conseguiria entrar nas bases de dados dos sistemas que registram os números de implantes?
Outra coisa, sendo nós um número, sem bi, cartão de crédito, sem dinheiro, suponho que todas as transações são debitadas da nossa conta bancária, como podemos controlar isso, o saldo? Como podemos controlar quantas entidades debitavam dinheiro da nossa conta, a que momento, e se cobram taxas extra?
Iriam cobrar taxas e juros de dinheiro "invisível" que não possuímos fisicamente nas mãos, porque passavam a ser transações virtuais de números de conta para conta.
Hoje em dia, o Governo comete erros, cobra rendas ou impostos a pessoas que não devia, quando confundem o nº de contribuinte ou de bi da pessoa, essas confusões poderão ocorrer da mesma forma com os nºs de implantes.
Imagine que o cidadão do implante nº 34478129 cometa um crime, e você tem o nº 34478119 ( semelhante) e você é que era preso, porque o sistema confundiu o seu nº com outro.
Falhas existirão sempre, nenhum sistema é infalível.
Quanto à segurança, o crime também evolui e encontra formas de escapar ao controle, meios sofisticados de violar outros sistemas.
As empresas de implantes, e os mídia, saberão convencer as pessoas.
As mulheres podem ser seduzidas com implantes na testa, imitando jóias semi preciosas, tal como usam as indianas na zona da chacra frontal (ajna) da 3ª visão (termo da Nova Era).
Os homens poderão ser seduzidos com implantes em forma de tatuagem ou símbolos.
Os jovens adoram tecnologia, estão sempre substituindo o celular, personalizando o celular, as empresas de telecomunicações direcionam a publicidade para o público jovem, maior consumidor.
Ter um implante vai ser algo fixe, cool, da moda , tal como uma tatuagem ou piercing.
Surgirão implantes de vária cores e formatos para seduzir-nos.
Talvez alguns para captar rádio fm, outros para controlar objetos à distância ( como um implante já testado em macacos), para psicocinesia, etc.  Haverão muitas seduções.
Os animais são catalogados com o biochip >> http://www.biochip.com.br/biochip/  
E nós, seremos os próximos a ser catalogados como animais?

Se o implante substituirá todos os cartões, porque não poderemos usá-lo num cartão?
Assim a nossa privacidade estaria a salvo, poderíamos deixar o cartão em casa quando fossemos sair, os satélites localizavam apenas o cartão e não o seu portador, agora um implante dentro do nosso corpo é um meio de nos controlar em qualquer lugar, a qualquer momento.
Além disso, poderão via satélite escutar o nosso pensamento? É provável, repare:
Um estudo do Instituto de Pesquisas de Stanford concluiu que palavras sub vocalizadas formam padrões reconhecíveis ao EEG, que podem ser lidos por um computador.
"Fujam das novidades", aconselhava há muitos séculos o Papa, S.Diniz, ao Patriarca de Alexandria.
Conexão Extraterrestre ( Demônios disfarçados de Ets) Clique no link a seguir para mais informações > Clique aqui
Nos casos de abdução extraterrestre são encontrados implantes nos abduzidos. Isto não é fantasia, é real, existem provas,radiografias, chips, entre mais.  Consta que o governo dos Eua encobre informações sobre ufologia há mais de 40 anos, agora os Americanos encontram um modo de colocar chips em todos os cidadãos, com a maior facilidade , sem necessidade de mais abduções!

                             A MARCA DA BESTA                        


"Conseguiu que todos, grandes e pequenos, ricos e pobres, livres e escravos, tivessem um sinal na mão direita e na fronte e que ninguém pudesse comprar nem vender, se não fosse marcado com o nome da fera ou com o número do seu nome. Eis aqui a Sabedoria! Quem tiver inteligência calcule o número da Fera, porque é um número de homem, e este número é seiscentos e sessenta e seis" (Ap 13,16-18).
Nós já temos exaustivamente falado sobre este assunto de "marca da besta", e já em outros textos – especialmente no "O Apocalipse" – colocamos claramente estas coisas. Vemos, porém, que muitas pessoas continuam com um medo desesperado desta marca, como se Deus não fosse maior e Ele não tivesse fórmulas de evitar tudo isso nos seus. Eu próprio devo confessar que tinha um certo medo, mas depois de ponderar bem, acabei por tirar da cabeça esta obsessão. Mas ocorre é que continuam as profecias de pânico, aquelas voltadas a fazer as pessoas mudarem de localidade, de casa, de estado da federação e até de país, tendo em vista a marca (Ap 13), que é sim plano da besta impor em todas as pessoas da terra. Entretanto – já de início alertamos – entre um projeto dos homens e a realização dele vai um abismo. E vai um abismo, também, entre o que de fato acontecerá quanto a esta marca, e aquilo que alguns alardeadores da confusão apregoam.
Assim, para todos aqueles que ainda têm dificuldade de entender este texto do livro do Apocalipse de São João, Capítulo 13, sugerimos que antes leiam mais uma vez o texto acima, porque os detalhes maiores nós não iremos renovar, até por questão de tempo e espaço. O que vamos mais uma vez renovar e sim, e com toda a força do nosso verbo, é um apelo a todos aqueles que acompanham as profecias sobre o fim dos tempos, para que deixem de uma vez por todas de lado estas mensagens alucinadas que falam em "refúgios" e "arcas", para fugir da marca, porque Nossa Senhora já nos disse que isso é uma aberração. Sim, esta foi a palavra usada: ABERRAÇÃO, o que quer dizer algo gravíssimo! Ai de quem insiste nisto!
Quanto a este assunto de refúgios, já escrevemos dois artigos especiais: "Pânico nas Arcas", e também "Agora sem Pânico", aos quais o leitor poderá consultar e entenderá o que estamos a dizer. Nosso interesse nunca foi atacar pessoas, mas alertar quanto às situações negativas. Não se pode ser contra o pecador, mas se deve combater tenazmente o pecado. O que nos causa espanto é saber que muitos ainda continuam a dar crédito a estas mensagens disparatadas que dizem assim: "Poucos dando importância para a palavra "refúgio", achando tratar-se de um punhado de fanáticos que seguem um louco que se diz profeta". Vejam bem, não fomos nós que falamos assim, mas o profeta que disse isso a seu próprio respeito. E, felizmente que são poucos a acreditar ainda nele, mas é exatamente destes poucos que ainda vou tentar abrir os olhos uma vez mais.
Vejam! No mesmo folheto que recebi, não como mensagem, mas como apelo, se pede que as pessoas "ajudem comunidades, preparem refúgios, adquiram sítios e chácaras..." preparando-se para os dias da marca da besta, onde não se poderá "comprar nem vender" sem ter esta marca, que será posta nas mãos e ou na testa das pessoas. Este, na verdade é o projeto da besta, é o sonho dela: marcar as pessoas, monitorar até seus pensamentos se possível, para poder dispor delas a seu bel prazer e controlar tudo o que fazem e o que se refere às suas vidas. Mas, como disse, isto é apenas um desejo dela, um sonho, e entre o sonho e a realidade, às vezes vai um abismo infinito. E aqui temos um caso destes!
Ora, qualquer um, usando o simples raciocínio, tendo um mínimo de discernimento, a mais elementar inteligência – caso conheça também um pouquinho do amor de Deus – tirará destas instruções algumas chocantes conclusões. Não é possível que pessoas sérias brinquem de tal forma com o Amor Misericordioso deste Pai adorável, que tudo tem feito para ajudar seus filhos – sempre e totalmente não merecedores – achando que Ele irá permitir tão facilmente que todos os seus filhos sejam pegos na marra, sejam marcados a ferros como gado, e que, se forem assim marcados acabarão por queimarem no inferno eternamente apenas por causa disto. Isso não seria um Deus, mas um carrasco cruel.
Vejamos alguns pontos, das mensagens acima mencionadas:
01 – Compre sítios e chácaras > que farão os bilhões de miseráveis do mundo, que nem sequer têm o que comer, quanto mais casa para morar? Serão ferrados na marra? Ficarão nas cidades servindo de repasto à fera? Se marcados irão para o inferno? Que Deus seria este, que diz amar aos pobres, mas permite que eles sejam trucidados pelo inimigo?
02 – Se você conseguir um lugar destes, quem lhe garante que ele é seguro? Quem lhe disse que a besta não o encontrará em qualquer lugar? E se toda a terra será abalada, quem lhe garante que lá, no seu refúgio, sua nova casa não lhe cairá na cabeça? Quem lhe garante que aquela localidade não afundará no mar ou será arrasada por causa da falta da Eucaristia?
Ora, a Palavra Eterna é clara quando diz: Toda a terra será abalada! E se toda a terra será abalada, isso quer dizer que NENHUM lugar dela ficará sem provar a ira de Deus, uns mais uns menos. Alguns bastante, outros serão arrasados totalmente! Isso quer dizer que qualquer refúgio fabricado pelo homem é na verdade um "refúgio ilusório", como diz o profeta, porque Deus avisa: "Mesmo que desçam à morada dos mortos, minha mão os arrancará de lá; ainda que subam aos céus eu os farei descer dali" (Am 9,2). NINGUÉM, pois, ninguém, NENHUM lugar, ficará sem provar o peso do braço de Deus, de uma forma ou de outra, uns mais, outros menos. Ninguém que chegue à Nova Terra, também, ficará sem presenciar, parte pelo menos, dos hediondos acontecimentos que virão. E não adianta espernear nem tentar se esconder.
Na verdade, como já colocamos no livro do astro, "Ele Vem", o que acontecerá com a terra no momento de Deus, será algo tão espantoso que nenhuma pessoa será capaz de descrever. Em diversas passagens da Bíblia está dito que diante de Deus as montanhas derreter-se-ão como cera, e desabarão nos abismos com fúria inaudita. Cidades, países e até mesmo continentes inteiros desabarão no mar para sempre. Cidades que hoje estão à grande altitude, acabarão por ficar a beira do mar. Outras que estão hoje na beira do mar, acabarão subindo para grandes altitudes, porque ao fragor de mil estrondos, nenhum local da terra ficará livre de alguma transformação. Para onde é que você vai correr numa situação destas? Quem lhe poderá indicar um lugar seguro? De que forma e onde você irá construir esta casa, para ter certeza de que ela não desabará, nem será engolida pela terra?
Diz a Palavra: "Porque só vós sois refúgio para o fraco, refúgio para o pobre na tribulação, abrigo contra a tempestade e sombra contra o calor. Porque o sopro dos tiranos é como uma tempestade de inverno, como o calor numa terra árida. Vós fazeis cessar o clamor dos tiranos, assim como cessa o calor à sombra de uma nuvem" (Is 25,4-5). Sim, só Deus é um refúgio seguro, para os pobres, os simples, aqueles que se entregam inteiramente nas mãos Dele, sem esta tentativa de escapar, de fugir, de se esconder em algum lugar. Para os que se querem esconder ou construir arcas e refúgios para si, fica esta palavra de Jesus e ela se refere ao fim dos tempos: "Quem quiser salvar a sua vida, irá perdê-la!". Ou seja: na ânsia de salvar a própria pele, acabarão por cair justo no lugar pior! Aquele que afundará! Resumindo então:
01 – Não existem refúgios nem arcas, porque "toda a terra será devorada pelo fogo do meu ressentimento" (So 1,18). A única arca existente é a Igreja Católica, e o único refúgio seguro é o Coração de Deus. Agarre-se então à Igreja, e mantenha-se em estado de graça! Consagra-se diariamente a Jesus e Maria; ame à Sagrada Eucaristia, e o resto pode desabar!
02 – Nenhum local estará livre dos abalos e das manifestações aterrorizantes da natureza, porque está dito: "farei desaparecer os homens da superfície do mundo"(So 1,3);
03 – A ninguém ainda foi dado saber se estará vivo na Nova terra, porque ninguém sabe se realmente está preparado para sobreviver aos abalos que virão. Acaso não está dito: ai de quem desejar ver o dia do Senhor?;
04 – Os locais onde serão acolhidos os poucos que Deus achará por bem preservar, já estão postos em seu lugar há séculos, e não são ainda e agora revelados, justamente para não causar tumultos e exatamente para evitar o comércio de lotes e casas, algo abominável a Deus;
05 – A Eucaristia estará presente nos últimos dias. Logo, só serão verdadeiros refúgios, os locais onde a Eucaristia se mantiver, com a Igreja, isto é, com padres fiéis à Eucaristia; Onde a Eucaristia não estiver, o estrago será maior, ou até total.
06 – Ninguém deve nem tem direito de se auto-escolher para estes locais, porque somente Deus sabe quem "será deixado e quem será levado". Muitos que pensam que estarão lá, não chegarão, outros que nem imaginam serão arrebatados. Óbvio, não é errado desejar isso, mas somente Deus tem o direito de escolher e somente Ele sabe que está apto para habitar esta nova Terra. Uma certeza: falsos profetas, não habitarão nela!
07 – Não adianta fugir, porque naquele dia "quem sair da fossa cairá no laço". Ou seja: será tão rápido que não dará tempo para nada. Isso prova de que o lugar que você deve ficar é na sua casa, consagrada a Deus, com seu cantinho de oração, você e sua família!
08 – A maioria dos escolhidos já está nestes locais mais seguros – nenhum de todo – os outros que Deus quiser, serão arrebatados para lá no momento oportuno, sem que tenham que se preocupar com isto. Deus não faz nada às pressas, mas age na paciência.
09 – Caso você insista ainda em fazer um refúgio especial para si, comprando um sítio e nele construindo uma casa, quem lhe garante que esta mesma casa não lhe cairá sobre a cabeça? Ou você acha que por ter uma casa no sítio, ficará deitado numa rede assistindo tudo de camarote? Como você se engana!
Fiquemos nestes pontos! Agora vou dar as razões pelas quais você, além de não temer as manifestações da natureza por estar com Deus, não deverá também temer a tal "marca da besta", até porque, seu medo somente irá agravar a situação, e ainda, o medo é prova de que não se está com Deus. Ademais, o mesmo Deus que protegerá contra a fúria da natureza, é também o mesmo que tem meios de evitar a marca nos seus. Vejamos!
Já explicamos nos outros textos, que a besta usará de alguns meios de pressão para fazer com que as pessoas aceitem passivamente este "chip" implantado sob a pele – nas costas da mão direita ou na testa – para obterem os alimentos, a moradia, os empregos, os medicamentos, as aposentadorias e outras coisas que as pessoas necessitem, pois está dito "para comprar e vender". Já dissemos também que é projeto deles marcar a todos os homens "grandes e pequenos, livres e escravos", pois isso facilitaria o seu domínio. Aliás, seria a única forma de satanás conhecer nossos pensamentos na íntegra e isso lhe daria o poder de manipular a todos a seu bel prazer já que ele não é como Deus que conhece os nossos pensamentos e vontades, até mesmo antes de nós os havermos formulado. E lembramos ao profeta: "Chip" é empregado no singular; "chips", como ele grafa, no plural, é aqui na nossa região um torradinho para crianças comerem.
Uma coisa, porém, é o desejo dos homens sob o domínio de satã, outra muito diferente é aquilo que lhes será permitido fazer porque não terão tempo para isto. Em primeiro lugar está escrito no Apocalipse, que o poder da besta será, sobre apenas ¼ parte da terra, e sendo assim, podemos descartar o 3º mundo, Brasil inclusive! Ou seja: aqui no Brasil só uns poucos insensatos deixarão que isto aconteça – já estão se marcando por medo de seqüestro – porque o tempo deles é muito curto, o custo de implantação de cada dispositivo destes é muito caro e eles não têm condições de implementar isto antes da eclosão final das hecatombes. Além do mais, o simples desejo do demônio de marcar as pessoas, expresso por aqueles que o seguem, já é prova de uma situação resolvida, eis que o tempo de Deus é um eterno agora. Quer dizer: basta que os homens expressem o desejo de executar uma maldade e a iniciem, e para Deus é como se a tivessem já implementado. Mas isso jamais quis dizer que todos serão marcados.
Vejam o que diz o profeta Ezequiel: Percorre a cidade, o centro de Jerusalém, e marca com uma cruz na fronte os que gemem e suspiram devido a tantas abominações que na cidade se cometem... percorrei a cidade e feri... matai a todos até o total extermínio; precavei-vos, todavia, de tocar em quem estiver marcado por uma cruz (9,4-6). Primeiro vejam a palavra "abominação" e meditem sobre o que Nossa Senhora falou. Depois, fica bem claro que todos os verdadeiros servos de Deus, serão antes marcados com uma Cruz na testa, em contraposição a aqueles que aceitam a marca maldita. E estes servos de Deus não poderão ser tocados, porque estão marcados para Ele. São propriedade Santa e sua marca é sagrada.
Para quem não sabe, existem profecias atuais – não ao Cláudio – dando conta de que o Papa João Paulo II, antes de deixar o Vaticano em sua fuga, deverá traçar uma Cruz no ar com aquele seu cajado. Neste momento, em todo o mundo as pessoas que estiverem em estado de graça receberão na testa uma Cruz, invisível para os maus, mas visível para os bons entre si. Ou seja, a besta não poderá saber quem tem ou não tem a marca da Cruz na testa, mas os filhos de Deus se reconhecerão entre si. Não somente isto, eles poderão reconhecer os maus por não terem a cruz na testa, e assim se poderão precaver contra eles. Mais ainda, estes que têm a cruz na testa, estão proibidos de serem tocados, tanto pelos anjos negros e pelos seus agentes na terra, quanto pelos anjos de Deus, por ocasião da Justiça Divina. Isso nos diz então, que devemos apenas procurar o estado de graça, nada mais, pois é apenas isso que São Pedro nos aconselha: Cuidar da Alma, não do nosso corpo mortal! Mas vamos explicar ainda melhor:
Agora voltemos ao Apocalipse! "Se alguém adorar a fera e a sua imagem, e aceitar o seu sinal na fronte ou na mão, há de beber também o vinho da cólera divina, o vinho puro deitado no cálice da Sua ira" (14,9-10). Vejam bem: Primeiro é preciso ADORAR a fera e depois é preciso ACEITAR livremente o seu sinal na mão ou na testa. Ou seja, ninguém pode servir a dois senhores, nem ser propriedade exclusiva de dois ao mesmo tempo. Quem estiver marcado para Deus com uma Cruz na fronte, quem de fato pertencer a Deus, não poderá ser tocado pelos servos da besta. Ou seja: quem não livremente adorar a fera, nem aceitar também livremente a sua marca, não será atingido pelos eventuais efeitos que ela produzir, caso fosse marcado.
Mais ainda: Voltando ao capítulo 5 do Apocalipse está assim: "Mas foi-lhes dito que não causassem dano à erva, verdura ou árvore alguma, mas somente aos homens que não têm o selo de Deus na fronte" (9,4). Ou seja: Isso nos reporta facilmente ao aparelho usado para implantar a marca nos homens. Ora, gafanhotos de verdade, só comem erva. Se eles não podem tocar na erva, é porque não são gafanhotos de verdade, mas seringas. Então elas só servem para marcar aqueles que adoram a besta, que aceitam livremente a sua marca, pois estarão proibidos de tocar nos marcados para Deus, ou não? Simples e fácil de entender: se você for um verdadeiro filho de Deus e marcado ANTES para Ele, não poderá ser marcado pelo maldito, pois isso lhe é expressamente proibido.
Vamos agora à questão da lógica: Seria primeiramente crueldade de Deus permitir que as pessoas fossem marcadas sem terem condições de defesa. Ou seja, se não tivessem nenhuma opção, nada onde se apegar, nenhum meio de escapar das garras de satanás. Mais ou menos assim: quem não tivesse a marca, não poderia mais comer nem beber e morreria de fome e sede! Acaso Deus marcaria e selecionaria Seus filhos para matá-los? Ora, Deus tem condições e perfeitas de controlar tudo, e nos tem deixado modos claros de não precisarmos aceitar a marca, por tipo algum de pressão que eles possam fazer. Mas isto é destinado apenas aos filhos, os que têm verdadeira fé!
A primeira coisa clara a considerar é que a marca será posta, ou na testa – sede da nossa inteligência, da nossa vontade – ou nas costas da mão – sede do nosso fazer e agir, pois é com as mãos que executamos nossos atos. Clareando as coisas, a marca somente terá valor, se a pessoa a aceitar livremente – sem pressão alguma – e se ela trabalhar para que o projeto da besta tenha curso, caso contrário não terá nenhum efeito para Deus. É como saber se um pecado é leve ou grave: se for feito conscientemente e de livre vontade, então é falta grave, se a queda for por fraqueza, será leve. Ou seja: mesmo que algum de nós seja pego e marcado na marra, a marca não terá efeito para Deus e Ele tem meios de fazer com que não funcione.
Como? Para que o dispositivo funcione e interaja com o cérebro das pessoas, é preciso que ele não seja rejeitado pelo organismo. Porque, se o aplicativo inflamar, isto é, causar purulência ao ser atacado como intruso pelos glóbulos brancos do sangue, então os fluídos do corpo não permitirão esta interação, e como conseqüência o chip não funcionará, não servindo para nenhum dos propósitos da besta. Esta explicação nos leva para a quinta Trombeta conforme está no capítulo 9 do Apocalipse como já indicamos acima. Ela coincide com a saída do papa João Paulo II e a eleição do falso – este abre o poço do abismo (9,1) – e tem um prazo de duração de cinco meses (9,5) e (9,10). Este o tempo de ação deles! Entretanto, se você tem ainda algum tipo de medo, vejamos as formas que Deus tem para evitar isto, entre outras:
Alimentos: digamos que eles consigam pressionar as pessoas por causa da escassez de alimentos – uma vez que haverá uma grande falta de comida em toda a terra, pois uma seca monumental estará em curso – exigindo que as pessoas aceitem o chip em troca da comida para si e para os seus filhos. Que fazer então? Simples: Nossa Senhora tem nos avisado que naquele momento – que oportunamente ela indicará – as pessoas deverão levar um kit básico de alimentos a um sacerdote fiel à Eucaristia, este os irá abençoar e os alimentos se multiplicarão "ad infinitum", para aqueles que têm fé e que acreditam neste Sacramento santo. Isso requer a presença da Igreja – a nossa única arca – pelos seus sacerdotes fiéis, e requer a presença do Santíssimo naquela localidade. Além disso, Deus introduzirá um verme nos depósitos de alimentos da besta, de modo que eles ou estragarão, ou serão devorados pelas pragas. E também eles se tornarão mendigos! Tão certo como existe um sol que nos alumia e nos aquece! Eles que aguardem!

Medicamentos: como haverá muitas doenças, inauditas pestes, também feridos aos milhares, eles tentarão aproveitar a procura das pessoas por medicamentos, exigindo que as pessoas aceitem a marca em troca destes produtos. Que fazer então? Basta fazer agora e manter em casa, um pequeno estoque do "óleo sagrado de São Rafael", conforme a fórmula que já colocamos no site em "Orações". É que Nossa Senhora nos explicou que, naquele tempo, todas as medicinas humanas e os químicos que usamos como remédios, deixarão de funcionar e não mais produzirão qualquer efeito positivo. E então, quem tiver o óleo, terá o remédio para curar todas as doenças e dores, mais uma prova de fé exigida dos filhos de Deus. Ou seja, ninguém precisará recorrer à besta por causa dos remédios das farmácias, pois eles não servirão para nada. Não curarão nem dor, nem doença alguma! Como poderão exigir algo em troca de coisa alguma?

Empregos e salários: Um dos projetos de satanás é falir o mundo, colocando na rua milhões de trabalhadores. Haverá então desemprego em massa e haverá a falência de milhares de empresas e também dos governos. Com isso não haverá salários e sem ter dinheiro como é que as pessoas irão comprar comida? Ora, elas poderão recorrer aos bons sacerdotes, tal como está explicado acima na questão dos alimentos. Que os homens de fé procurem a sua Igreja e os seus sacerdotes, que estes terão a solução perfeita para seus problemas de fome e sede. Sim, sede, porque sempre onde houver a Eucaristia, haverá uma fonte de água potável, mesmo que isso seja dentro das cidades grandes, onde em algumas casas escolhidas a água não faltará nas torneiras. Isso quer dizer, que também haverá locais preservados dentro das grandes cidades, em bairros escolhidos, não somente no interior. Por que motivo então fugir para lá?

Ficando então, apenas nestes três itens essenciais, água, comida e remédios, está bem claro que qualquer pessoa que os tiver com a benção de Deus, não precisará se sujeitar aos artífices de satanás. Mas para isso é preciso ter fé. Ou seja: é preciso que as pessoas realmente acreditem no poder de Deus e que a Ele recorram em oração. Ele JAMAIS abandonará os seus filhos sem proteção alguma nas mãos do inimigo, pois ele nos trucidaria. Desta forma e pensando assim, infelizmente podemos antever uma imensa cadeia de sofrimentos, porque as pessoas perderam a fé, o mundo não acredita mais em Deus e prefere as soluções humanas, e irá então seguir a besta. Ou irá seguir os criadores de arcas e refúgios, e "cair na fossa".

Ora, naquele tempo de exceção, somente irão sobreviver aqueles que se firmarem em Deus. Ele não quer ninguém fugindo por ai, de um lugar para outro, sem ter certeza de coisa alguma. É preciso que os homens todos aprendam que somente Ele é o Senhor de todas as coisas e que sem a Sua permissão, nada de mal acontecerá para pessoa alguma, especialmente para Seus filhos. Nós viemos ao mundo, em síntese para dar uma prova de nossa fé em Deus e de amor a Ele. Está, assim, chegando a hora suprema da última prova desta fé. É preciso que o homem finalmente capitule completamente indefeso diante do Supremo Poder de Deus Criador, porque somente assim o mundo poderá subsistir.
Ora, se as pessoas não acreditam hoje em Deus e Dele cada vez mais se afastam, como irão crer depois em meio à grande tribulação, quando a angústia e o medo, de todo irão tomar conta das gentes? Antes de crerem, muitos partirão para o assalto e o crime, acumulando ainda mais seus pecados. Fica bem claro, então, que serão poucos os que serão salvos e remidos, pois estes sairão dentre aqueles que acreditam, jamais dos incrédulos. E entre estes que não acreditam, podem estar seguramente aqueles que se metem em arcas e refúgios agora, sem saberem onde realmente se poderá estar seguro, não acreditando que o verdadeiro refúgio pode ser a sua casa, seu apartamento onde você agora reside, e não qualquer lugar aleatório que lhes pode vir a cabeça.
Na verdade, os remidos sairão apenas dentre aqueles confiados totalmente em Deus e não nos homens, que somente têm ou buscam soluções artificiais fora Dele. Eu fico triste vendo pessoas tão boas divulgando estas coisas artificiosas, e que não se dão conta do quanto isso é mau e pernicioso. Estas coisas afetam a vida das pessoas, mexem com as famílias, transtornam os lares e as relações familiares e acabam por trazer o pânico, a divisão e a discórdia. Da mesma forma transtornam a vida da Igreja, pois esta profecia tortuosa tem sido a causa principal de que muitos padres não acreditem em profeta algum, mesmo naqueles bons. E como se pode dizer católico, apostólico, romano, quem justamente divide a Igreja?
Vejam, alguns destes profetas – inclusive de outros países – já há anos mandam as pessoas fugirem para tocas e cavernas, não usarem mais automóveis nem aparelhos de TV, além de acumularem alimentos e água para a tribulação e há pelo menos oito anos que ouço estes apelos furados. Ora, se em 1996 as pessoas já tivessem seguido aquela orientação, em que estado estariam aqueles alimentos ou aquela água? Podre e estragada! Ou seja: quem os escutou, comprou errado e botou dinheiro fora. Pedalou de bicicleta e se atrasou, podendo ir de carro e rápido. E tudo poderá acontecer de novo, porque "ninguém sabe nem o dia nem a hora". E da mesma forma como os estoques de comidas, também poderá ocorrer com estes refúgios ilusórios. Sim, porque pelos nossos amigos que acompanham aquelas mensagens – fui autorizado a colocar o nome neste texto, mas penso que não há necessidade – soube que estes profetas de si mesmo acreditam que isso tudo ainda levará uns dez anos para acontecer. Então por qual motivo mandam as pessoas se entocarem já agora, se ainda vai levar tanto tempo? Já perguntaram a estes profetas, se acaso eles já têm seus sítios e chácaras?
Ou seja: que farão estas pessoas nestes locais durante estes dez anos? Abandonarão os empregos? Viverão de que? Da providência divina? Sim, isso pode até acontecer, se eles se mantiverem em oração profunda, o milagre pode acontecer. Mas aí não precisa refugiar-se e podem ficar em suas próprias casas. Afinal, Deus tem poder suficiente não só para arrebatar as pessoas para os seus locais de escolha, mas também tem poder para arrebatar a casa inteira, também o seu apartamento junto, o prédio, seja lá o que for, ou não seria Deus. Porque, então se preocupar com translados desnecessários e confusos, se no momento oportuno Deus o fará com tanta facilidade? Acaso Ele não é Deus forte aqui na cidade também ou será poderoso só no interior? Outra coisinha: acham mesmo que o diabo não os encontraria lá no interior se o quisesse marcar? Se Deus o permitir?
Por outro lado, quem lhes garante que a missão que Deus tem para cada um, não será exatamente no local onde ela se encontra agora? Acaso farão como Jonas que tentou fugir de Deus? O que devemos é nos colocar totalmente nas mãos Dele, para que somente a Sua vontade seja feita. Penso que esta gente nunca rezou o Pai Nosso! De fato, todas as pessoas que, no momento da tribulação maior tiverem que ser locomovidas, seja para qual lugar for, ou sentirão no coração esta necessidade, no momento oportuno, ou ouvirão a voz dos anjos a conclamar, ou serão levadas abruptamente, sem que precisem se ocupar disto. Então virá a onda e o seu lugar antigo desaparecerá, mas a pessoa estará segura. O que temer se estamos com Deus?
Faço uma pergunta: que aconteceria agora, se de um momento para outro milhões de católicos resolvessem seguir a orientação destes falsos profetas, e disparassem para o interior, a comprar casas, ou sítios, e começassem a comprar material de construção, isso em grandes levas de povo? Seria o caos! Seria a loucura! Ora isso não somente alertaria a besta como também obrigaria Deus a mudar a fórmula de executar seus planos. Dou um exemplo: Numa eleição para prefeito, aqui em nosso município, um candidato tinha bem segura a vitória, até cinco dias antes. Mas na última hora, para provar sua força, ele promoveu uma tremenda manifestação, e isso abriu os olhos dos adversários, que, agindo nas sombras e com grandes somas de dinheiro, em cinco dias reverteram o quadro. Da mesma forma aqui, isso viria exatamente em prejuízo dos Filhos de Deus.
Já quanto àqueles que não serão preservados, não adianta tentar fugir ou escapar, mesmo que saibam de um lugar onde a fúria de Deus será menor. Na verdade, não são os locais que serão preservados, mas as pessoas que Deus já colocou ali. De fato, se eu tivesse que chutar um número, eu diria que mais de 90% das pessoas que ficarão para a Nova Terra, já estão nestes locais escolhidos por Deus sem o saber. Mas isso nada tem a ver com profecias e sim é apenas idéia minha. Então, para os que não ficarão, embora agora estejam nos locais estratégicos de Deus, mesmo ali eles morrerão, de uma forma ou de outra, porque só irão ficar aqueles que Deus quiser, e não aqueles que se escolherem para isto.
E já que "chutei" um número, não custa citar outro. Minha idéia diz claramente que não teremos mais dez anos para todas estas coisas acontecerem, porque quando começar, será um roldão só e basta um ano para tudo se haver cumprido. Acaso Deus não falou pelo profeta: "desejei ardentemente um ano para a minha vingança"? O que não sabemos é o dia em que tudo começará. Mas verdade é que a marca já está sendo posta nas pessoas, então esta profecia já se cumpriu! Também os sinais da proximidade do anticristo estão presentes. Falta apenas "ser afastado aquele que o detém" o ímpio, mas está dito: o papa está de malas prontas para qualquer dia! Também a apostasia reina e corre célere, e é claro, a própria natureza explode em sinais claros de que o "DIA DO SENHOR está próximo, e vem como um furacão desencadeado pelo Deus Todo Poderoso".
Só então chegará o tempo das preparações, antes não! Mas Deus proverá tudo para aqueles que têm fé, não acredite pois em artifícios ou soluções meramente humanas. Quando um profeta diz que se perderão todos aqueles que não acreditarem nele, então você tem uma prova clara de que realmente não deve acreditar nele, porque a Igreja a que ele pomposamente se diz pertencer, e para a qual todos os verdadeiros profetas são suscitados, não obriga NINGUÉM a acreditar em profeta algum. Os profetas atuais são suscitados PARA a igreja, e não ACIMA dela, jamais para dividir. O que os profetas devem ser é apenas sinais, setas, indicadores daquilo que já está relatado nas Escrituras. Eles devem apenas lembrar ao povo a proximidade do Dia do Senhor, jamais forçá-los a crer naquilo que não está escrito. E na Bíblia não está dito em lugar algum que devamos comprar refúgios ou construir arcas para fugir da cólera divina, até porque, destas coisas de comprar estariam fora os pobres, justamente onde se acha a maioria dos filhos de Deus. Ou só os ricos e remediados se salvarão?
Assim, fique na sua casa, no seu apartamento, na sua cidade, enfim no seu lugar. Não saia dali para aventuras e sim transforme sua casa em refúgio, colocando-a dentro do Coração de Jesus. Isole um quarto de sua casa, se tiver espaço e faça uma capelinha. Se não tiver espaço, faça um oratório pequeno que Deus ama isto: um espaço em sua casa só para Ele! Consagre-se e a sua família a Jesus, e também à Nossa Senhora, e mantenha-se na medida do possível em estado de graça pela confissão em dia. Mas pelo amor de Deus não saia para onde Deus não o chamou, pelo menos antes de saber seguramente para onde deve ir. O Pai precisa agora de soldados, cada um no seu lugar atual, e não de desertores. Ele precisa de valentes e não de trânsfugas! Ele precisa de pessoas que trabalhem ali, nas suas comunidades, entre os seus e conhecidos, e não de gente que se isole num casulo tentando escapar da ira divina e de certa forma fugindo da missão que Deus lhe confiou, pois todos somos chamados a ser profetas e anunciadores da proximidade do Reino. Mas ai de quem anunciar a falsa profecia!
Enfim olhe a mecânica destas profecias. Perceba as heresias embutidas nelas. Não use a sua razão, mas a luz do Espírito Santo. Não fique fissurado nestas coisas, nem nos profetas – em nenhum profeta e sim em Jesus – mas reze muito, que Deus o ajudará a bem discernir a verdade. Não pense que, por haverem algumas verdades dentro destas mensagens de arcas e refúgios, tudo que nela está contido vem do Céu, porque em muitas NADA vem de Deus. Todo profeta que afirma que irá para o inferno quem não acredita nele, certamente não é um profeta de Deus. São muitos estes profetas que se convocam a si e colocam falsamente na boca de Deus coisas que Ele não disse, nem mandou dizer. Leia Ezequiel 13 e Jeremias 23. Por fim, não justifique um erro do profeta, porque se ele fala com Deus, tem que acertar sempre.
Lembre-se, ainda de uma coisa: Tudo pode acontecer de uma hora para outra. Não acredite que obrigatoriamente tudo levará ainda 10 anos, por alegação de que a marca ainda não foi posta nas pessoas, porque JÁ ESTÁ sendo colocada, portanto, profecia já cumprida. Também o fato de que o projeto da Globalização ainda não estar completo não serve de parâmetro, porque, como já dissemos, basta que o projeto seja formulado pelo homem que já se considera realizado para Deus. A profecia pois já está sendo cumprida e nada impede que Deus desencadeie o processo a qualquer momento. Vale lembrar que, como sempre temos dito, enquanto João Paulo II estiver no Vaticano, nada acontecerá de mais grave, mas logo após o afastamento dele, com a eleição do falso, abre-se o poço do abismo, quando a terra será literalmente invadida pelos demônios. Então, ocorrerá um aparente "afastamento de Deus", dando curso às profecias, e tudo passará a acontecer rapidamente. Então ninguém mais falará em datas e em tempos, porque não dará mais tempo para coisa alguma.
Para terminar dizemos isto: Não tenha medo da marca externa, mas tenha verdadeiro pavor da marca negra do pecado! Não tenha medo do chip, mas tenha medo de ofender a Deus. Não tenha medo de passar fome e sede, tenha medo de perder a fé. Não tenha medo da falta de remédios, mas procure estar sempre perto do Santíssimo Sacramento, a cura única de todas as dores e mazelas. Não tenha medo de não encontrar um sítio seguro, mas tenha medo de estar fora da Arca da Igreja Católica quando a tribulação vier. Então, não trabalhe contra a Igreja, nem divida, porque aí, a sua chance de ficar fora é muito grande.
Recado a todos os profetas estejam onde estiverem e sejam quem forem: tenham pavor, medo, horror, profundíssimo terror mesmo de colocar palavras falsas na boca de Jesus e Maria, dos anjos e santos e assim mentir para a Igreja. Estes que anunciam a paz quando têm algo para mastigar mas declaram guerra a quem não lhes põe nada na boca... naquele dia, serão confundidos os videntes e adivinhos (Mi 3,5-7)
Eis o que diz o Senhor: porque proferis oráculos enganadores e tendes visões mentirosas... estenderei minha mão contra esses profetas de visões ineptas e oráculos enganadores. Não farão mais parte do conselho do meu povo, não serão inscritos no número da casa de Israel... e perecereis no meio dos escombros (Ez 13, 8-14).
De fato, eles não sabem o que fazem!

Arnaldo!


                                MARCADOS PARA DEUS                                 

    Em duas passagens bíblicas, encontrei a menção de que, nalgum dia, nalgum tempo, os homens seriam marcados, não somente pelo maligno, mas sim pelo próprio Deus, através de seus anjos. Nos dias que passaram, de diversas fontes, através de diversas pessoas, tenho recebido indicações de que este fenômeno começa a acontecer, e que, pela graça do Todo Poderoso, já algumas almas especiais têm percebido, quer nos outros, quer nos locais, empresas, casas, departamentos, o sinal positivo e iluminado da presença divina, ou o sinal negativo e cheio de trevas da presença, ou da posse do maldito. Da mesma forma, entre nós os católicos, também algumas almas têm percebido, até mesmo na fila da Eucaristia, aqueles que se aproximam do Senhor de forma digna e iluminada, ou indigna e envolta em fumos.
   
    O aumento de intensidade destes sinais, destas visões – certamente como parte da mesma profecia de Joel 3, sobre o derramamento do Espírito sobre a carne – nos leva a crer que os dias da grande marcação dos eleitos, da parte do Senhor nosso Deus, também estão próximos. O texto de Ezequiel 9, que abaixo transcreveremos, indica que nos tempos em que esta marca seria posta nos homens, a terra estaria envolta em iniqüidade sem limites e que em vista disso, Deus estaria preste a permitir o extermínio de grande parte dos homens. E certamente que jamais existiram tempos tão maus e de tanta maldade sobre a terra.

    Na verdade, os capítulos 7, 8 e 9 de Ezequiel, tratam da proximidade do fim, e das coisas que aconteceriam nos tempos da grande tribulação. E indicam um especial tempo de castigo para a própria Igreja – a Jerusalém – penetrada que está por forças estranhas, conforme bem o descreve o capítulo 8. Como está dito: “Não basta à casa de Judá entregar-se a esses ritos abomináveis que aqui se praticam? Haverá ainda ela de encher a terra de violência e não cessará de Me irritar? Ei-los que trazem o ramo ao nariz..” Ora, tenho lido em artigos sobre a maçonaria, que este rito, de levar o ramo de louro ao nariz, ou coisa parecida, é parte das cerimônias ocultas da maçonaria, que hoje, sabidamente, permeia as altas esferas da própria Igreja, notadamente no Vaticano, conforme já denunciada por tantos. De fato, Ezequiel é levado a ver as “horríveis abominações a que se entregam aqui”, e hoje, e diz mais: “verás ainda abominações mais graves que eles estão cometendo”. Haverá espaço para isso? Infelizmente a resposta é sim.

    Falando em abominação, dia destes, conversando com uma pessoa insuspeita, que tem um sacerdote muito amigo, soube dele uma revelação das mais estarrecedoras. Antes esclareço: Sempre tenho dito – em relação à Sagrada Eucaristia, que muitas pessoas ficam preocupadas quanto ao roubo das espécies Sagradas, para fins de rituais satânicos, e alguns chegam a trancafiar o Santíssimo a ferros – que hoje os malditos não precisam mais roubar as espécies, pois há os padres e até bispos que consagram para eles praticarem seus ritos abomináveis. Pois conta esta pessoa, que o padre estando num convento, à noite, ouviu um barulho numa sala distante e sorrateiramente foi verificar o que acontecia. Espiando pela fechadura, viu quando o superior geral de sua ordem celebrava uma “missa negra”, tendo sobre o altar o corpo de uma mulher totalmente nua. Neste ritual – aliás, já constatado em muitos países do mundo – é escolhida uma mulher nos dias da menstruação. Então, depois de consagradas as espécies Santas, elas são colocadas na genitália da mulher, e os monstros a recebem como “corpo e sangue” de Cristo. Poderá haver algo mais horrendo?

    Eis aí mais um motivo pelo qual viemos dizendo e insistindo que o atual mundo está para ter um fim terrível. É preciso que Deus aja rapidamente preservando os seus, sob pena de que a imundície do pecado, faça submergir a todos. Num artigo anterior, chamado Uma Cadeira no Inferno, soubemos que há de fato dentro do Vaticano uma loja maçônica, que usada apenas no dia de São João, o grande autor do Livro do Apocalipse. E também ali, no capítulo 7, está dito: “Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que tenhamos assinalado os servos do nosso Deus nas suas frontes”. Pois São João viu os “quatro Anjos que se conservavam em pé, nos quatro cantos da terra, detendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, sobre o mar, ou sobre árvore alguma”, até que estivessem marcados os servos de Deus, aqueles destinados à salvação eterna. Imaginem, se hoje com tantas confusões no mundo, ainda não sopraram os ventos da destruição, que não irá acontecer quando o dedo de Deus apontar para a terra?

    De fato, Ezequiel ouviu quando o Senhor disse ao anjo: “Percorre a cidade, o centro de Jerusalém, e marca com uma cruz na fronte os que gemem e suspiram devido à tantas abominações que na cidade se cometem” (9,4). Aqui a definição do tipo da marca, uma Cruz, que deve aparecer na fronte daqueles que se ligarem em Deus. Esta marca, a marca do cristão, tem também a mesma conotação já havida por ocasião da libertação do povo judeu do Egito, quando Deus enviou a décima praga àquela terra, a morte dos primogênitos, conforme está em Êxodo 12,22. Naquele dia, Moisés mandou que eles aspergissem a verga e as duas ombreiras das portas de suas casas, com o sangue dos cordeiros pascais. Isso iria evitar que o anjo exterminador dos primogênitos dos egípcios viesse a matar também os seus filhos. Mostra então de que o sentido atual é o mesmo, somente que, agora, a marca será individual, nas pessoas mesmo, e será uma Cruz.

    E, depois de terem sido marcados os servos de Deus, eis a ordem que será dada aos anjos do Senhor: Percorrei a cidade, logo em seguida, e feri! Não tenhais consideração nem piedade. Velhos, jovens, moços e moças, crianças e mulheres, matai todos até o total extermínio; precavei-vos, todavia, de tocar em quem estiver assinalado por uma Cruz. Começai pelo Meu Santuário (Ez 9,5-6). Ou seja, começai por aqueles obreiros do mal, que se prosternam diante do sol (8,16), e “diante de toda espécie de imagens de répteis e de animais imundos, pintados em volta das paredes” (8,10), cada um na obscuridade de sua câmara guarnecida de ídolos, pensando que o Senhor não os vê e que Ele abandonou a terra (8,12). Ora, esta descrição sucinta do profeta, dá uma indicação perfeita dos ritos da maçonaria, em especial aqueles que se praticam dentro do santuário. Note-se que pelo noticiado, são dois cardeais ditos católicos, as eminências pardas desta loja do Vaticano. Ora, o deus deles certamente que não é o nosso Deus.

    De fato, o Espírito levantou-me entre o céu e a terra, e me levou a Jerusalém, em visões divinas, à entrada da porta interior que olha para o norte, lá onde se erige o ídolo que provoca o ciúme do Senhor (Ez 8,3). Abro aqui um parêntesis para que o leitor veja que nada acontece por acaso. No momento em que eu datilografava o parágrafo acima, o moço do correio me entregou um envelope grande. Quando abri, encontrei nele cópias xerox de uma série de diplomas maçônicos. Ao tentar terminar o parágrafo, antes de seguir no texto, mal coloquei a vírgula depois de (8,10), o computador bloqueou, e tive que esperar quase 15 minutos até que ele gravasse o texto ainda não salvo. A pessoa que me enviou aqueles documentos me havia telefonado há uns quinze dias, dando conta de que seu cônjuge estava filiado à maçonaria, e que havia há anos abandonado a Igreja. Ela ficou apavorada quando leu no site o recado “Um Cemitério Terrível” onde de um total de 169 perdidos, 65 eram maçons, ou seja, marcados por satanás. E isso nos deixa perceber o quanto o ídolo que provoca o ciúme do Senhor – o maldito – fica furioso que se divulgue “as suas coisas”.

    Ora, em milhares de textos hoje em circulação se fala claramente e se teme de modo especial a marca da besta, conforme está em Apocalipse 13,16. Esta marca, sim, é esperada como forma de pressão e de controle de todos os cidadãos da terra, entretanto, a grande marca já está sendo usada por todos aqueles que se filiam à essas lojas estranhas. Devemos ter em mente, que os filhos de satanás já estão usando seus sinais de comunicação, de modo que se podem identificar a qualquer tempo, seja por sinal, seja por palavra, ou toque. Num dos diplomas que aquela senhora me enviou, por exemplo, consta trinta vezes o sinal dos três pontinhos em forma de triangulo. Além disso, constam outros animais, pirâmides sem conta, colunatas, folhas de louro, o triângulo iluminado com o grau 33, a lua e o sol, “diante do qual se prosternam”. Enfim, uma série de figuras que marcam as paredes de seus templos.

    E como fica bem claro nestes capítulos de Ezequiel, é contra estes já marcados, em especial, que se dirige a grande ira de Deus, pois o maldito ao qual eles servem e adoram, é na verdade o grande e principal adversário do nosso Deus Todo Poderoso. É preciso, então, que também os filhos de Deus possam se identificar, sob pena de serem esmagados pelos espertos filhos das trevas, que já há séculos se organizam sistematicamente para dominar a terra. Neste sentido, de como poderão acontecer as coisas, trago agora com a autorização, o depoimento de uma pessoa que há tempos atrás teve a visão que abaixo descrevo. Não entro no mérito dela, se verdadeira ou não, entretanto a transcrevo a título de ilustração e como mostra de quão facilmente Deus poderá conduzir seu povo na Grande Tribulação que vem:

    “Vi e ouvi muitos aviões, passando por cima das cidades e países, descontrolados, que jogavam onde podiam, objetos e alimentos contaminados, e também bombas. Era como se os pilotos também estivessem desgovernados. E as pessoas aqui em baixo, rezavam, pedindo para que aquelas coisas não atingissem escolas, creches e hospitais. O barulho me deixava atordoada, mas tinha plena consciência de que aquelas coisas não aconteciam no momento e sim que iriam acontecer nalgum dia futuro e próximo.

    Corria, então, o ano 2000. Eu rezava: Santo, Santo, Santo é o Senhor, Deus do Universo. O Céu e a terra estão cheios da vossa glória. Hosana nas alturas! Enquanto isso, não só eu, mas várias pessoas comigo, procurávamos esconder um menino. Na verdade este Menino era a Sagrada Eucaristia – algo que parece tão pequeno, mas muitíssimo precioso. Era como o pequeno Davi que vence o Golias. Atrás de nós vinham o que pareciam ser soldados armados, na verdade pessoas muito más, e que nos queriam abordar. E nós – não era só eu que sentia, mas pessoas do mundo inteiro – falávamos a linguagem dos anjos. Deste modo, os maus não entendiam nada e pensavam que fôssemos doidos e então iam embora.

    Tudo – me parece – começa quando não deixarem mais o Papa João Paulo II falar. Penso que estará escondido. Então ele coloca o seu bastão, aquela Cruz, em sua fronte, e começa a jorrar o Espírito Santo como fonte de Água Viva sobre milhares de pessoas. Os anjos do céu e os santos nos indicam os caminhos para onde devemos seguir, nos dizem o que devemos falar, e também nos indicam onde dormir, o que comer, e até onde evangelizar. Via entre os que nos ajudavam, as crianças de Fátima, o índio Juan Diego e Santa Terezinha do Menino Jesus. Até mesmo pude ver presente a alma de meu saudoso pai. Como meu esposo achou que eu estava meio descontrolada com aquelas visões, colocou em minha casa uma menina para me ajudar. Para felicidade minha, a menina também teve as mesmas visões, sendo, portanto, testemunha de tudo isso, pois a chamei e mostrei para ela.

    Naquele tempo futuro faltava água para as pessoas. Então uma voz me disse: Não tem água, mas faça isto: abra a sua torneira e saia a rua, que eu farei jorrar água desta torneira para todos que dela precisam. Tomei a mangueira e comecei a distribuir a água. As pessoas vinham em grande quantidade e a água era pura e cristalina. Eu podia ver todas as casas e delas emanava um perfume de óleo. Minha empregada, que estava comigo, sentiu também por várias vezes um suavíssimo perfume, que chegou a se impregnar nas suas mãos e cabelos. O sentimento era de que devemos fazer estas coisas acreditando firmemente nelas, e, pela fé, a Água Viva virá em nossa torneira, no tempo da grande seca, e se a partilharmos ela será abundante.

    Agora, com o cajado na testa, o Papa João Paulo II começa a transmitir uma mensagem, pela ação do Espírito Santo, a uma grande multidão que está de prontidão, convocando para a grande reunião que se fará com a ajuda de São Miguel Arcanjo, uma convocação geral para que se convertam logo, pois o Aviso e a Purificação estão próximos. Eu podia ver nitidamente os que estavam marcados com o selo do Cordeiro de Deus – uma Cruz ensangüentada na testa – e via também os maus, que se apresentavam desfigurados, com aparências horripilantes, e que falavam com vozes cavernosas. A comunicação entre os bons era feita pelas rádios e pela televisão, através de fios e tomadas, plugs – Canal de Deus – pelo qual os assinalados por Jesus e Maria saberão o que falar e como evangelizar. E todos aqueles que não forem de Deus não receberão os sinais e seus aparelhos vão se queimar.

    Esta visão relativa à benção de João Paulo II foi também anunciada de forma quase igual por uma senhora de idade, de São Paulo. Por sinal, a pessoa que enviou este relato, conhece também a outra senhora. Aqui também é confirmado que a um dado momento, antes de se retirar do Vaticano às escondidas e em fuga, o Papa João Paulo II abençoa com aquele seu cajado ao mundo, e neste exato momento as pessoas de Deus receberão a marca na testa. Eu, como disse, não posso confirmar nada disso, mas é sintomático que pessoas diferentes tenham visões tão idênticas. De fato, tudo isso é passível de acontecer, pois o poder de Deus é infinito. E certamente Ele não deixará nenhum dos seus ao desamparo.

    Na verdade, há muitas pessoas vendo sinais nas outras pessoas, em viagens, nos carros que passam, nas indústrias onde trabalham pessoas, de Deus... e não! Enfim, onde quer que haja almas e onde habitem filhos de Deus... e não. E isso nos leva a prever um tempo de imensas graças. Esse derramamento do Espírito de Deus sobre a terra, quando atingir seu apogeu, será um tempo onde o inaudito nos parecerá banal, e onde o impossível deixará de ser miragem. Primeiro, por um tempo, haverá de se assoberbar o império do mal. Ele crescerá até atingir as estrelas do Céu, produzindo na terra verdadeiros rios de sangue. A maldade será tão banalizada, que um ser humano matará o outro entre risos de escárnio, e muitos, se pudessem, cuspiriam nos olhos do próprio Deus. Por toda a parte haverá o exacerbamento, uma verdadeira explosão da ruindade absoluta, suprema, que atingirá os últimos limites da loucura. E tudo isso se fará, apenas para que a humanidade perceba duas coisas: Primeiro a insensatez e a sua miséria que a levaram a sorver o veneno de satanás. Segundo, para que depois comprove o infinito poder de Deus Libertador.

    E assim, se de um lado satanás mantém argolados os seus comparsas, de outro Deus, apesar de tudo, estará deixando a todos livres para o seguirem rumo a vitória. Se de um lado o demônio conseguiu marcar seus sequazes com um chip de escravidão, os servos de Deus serão assinalados nas suas frontes com o sinal da Cruz salvadora, e certeza plena de que a liberdade total estará próxima. Os marcados por satanás trarão uma marca invisível para eles próprios. Os marcados por Deus poderão perceber entre si este sinal poderoso de filiação divina. E notadamente poderão perceber a presença odiosa dos filhos das trevas, e se precaverem contra seus ataques e insídias. Não importa, então, se haverá ou não uma linguagem especial de comunicação entre os homens e os anjos e santos do céu. Importa apenas a certeza de que Deus estará entre os seus, sempre, e jamais os abandonará. E isso jamais acontecerá com os adversários de Deus, que arcarão com as conseqüências de sua ousadia, de suas blasfêmias, de seus escárnios, de seu supremo desafio ao Criador.

    Como um exército em ordem de batalha, devemos nos manter atentos ao troar das cornetas dos anjos. Elas virão em breve reunir os filhos de Deus para a batalha do Grande dia do Senhor Todo Poderoso. Num frenesi verdadeiro – excitados pela proximidade deste dia incrível – devemos cada vez em maior número nos alistar no exército pela eternidade declarado vencedor. Isso comporta dar um passo no escuro. Importa lançar-se nos Braços de Deus sem nenhum questionamento. Importa atirar-se no infinito, na certeza de que Deus nos amparará. Tanto mais ligados no Poderoso, tanto maiores serão os milagres que verão acontecer. Tanto mais longe Dele, mais assombrosas as desgraças que os acompanharão. O mundo não perde por esperar: A manifestação de Deus será extrema!

    Eis o que diz o Senhor: Começai pelo meu santuário! (Roma). E começaram pelos anciãos que encontraram defronte ao templo. Manchai o templo, disse-lhes, e enchei de cadáveres os adros; em seguida saí! E foram-se eles para prosseguir o morticínio na cidade.(Roma será incendiada) Eis que dizem: O Senhor não enxerga mais nada! Está bem! Eu de minha parte não terei complacência, mostrar-me-ei impiedoso, farei recair sobre a sua cabeça o peso de seu proceder.(Ez 9,7-10). Porque “tendes feito crimes sobre crimes nesta cidade, tendes juncado suas ruas de cadáveres” (Ez 11,6).

    E termina o profeta: Dize-lhes, pois: Aproximam-se os dias em que todas estas visões se hão de cumprir. Nenhuma visão, daqui por diante será vã e nenhum oráculo ineficaz em Israel, porque Sou Eu o Senhor que falo: o que Eu digo sucederá sem mais delongas. É em vosso tempo, raça de rebeldes, que proferirei o oráculo e o executarei (Ez 12,23-25). E embora a Bíblia diga que “a visão do profeta não diz respeito senão a um longínquo futuro”, verdade é que Ezequiel viveu em 593 AC . Ou seja, não há tempo para delongas maiores: Os dias preditos chegaram!

    Mas, sem medo! Comida não faltará, água não faltará, remédio não faltará, para aqueles que estiverem ligados em Deus Todo Poderoso. Comida faltará, água faltará, remédio faltará... para os filhos de satanás. Então os homens perceberão o que significa rebelar-se contra o Senhor. E Ele, amorosamente, os estará aguardando de braços abertos. No ano 2000 esgotou-se o tempo das profecias. Já estamos por conta apenas da misericórdia. Por isso a justiça deverá ser fulminante, pronta, rápida e eficaz. Que Deus nos livre dela!

                 Brasileiros fazem fila para ter implantes de chips que se comunicam com satélite.              
Revista IstoÈ, edição n 1754, Maio 2003.
   
Rastreador: dois mil brasileiros
esperam para implantar o chip
menor que um grão de arroz
A empresa americana Applied Digital Solutions vai lançar nos próximos meses o PLD (Personal Location Device ou Dispositivo de Localização Pessoal). É um chip menor que um grão de arroz que se conecta com satélites GPS e que pode ser implantado em humanos. A traquitana é usada para monitorar principalmente empresários, sujeitos a tentativas de seqüestro.

A traquitana projetada pela empresa americana Applied Digital Solutions ainda nem recebeu a aprovação das autoridades dos EUA e já provoca furor. O dispositivo deve chegar ao País no próximo ano e há uma lista de espera de pelo menos dois mil brasileiros interessados em implantar o circuito eletrônico na própria pele. A grande vantagem do chip é que ele pode tornar quase instantânea a localização do cativeiro em caso de sequestro. O chip sai de fábrica com um software programado para alertar uma central de vigilância sempre que algo fora do normal for detectado pelo satélite.
 Esse sistema funciona como a central de um cartão de crédito. Cada cliente tem um perfil de compras e, toda vez que um pagamento foge ao comportamento usual, a central tenta descobrir o que houve de atípico. 
O PLD vai custar algo em torno de US$ 10 mil, um pouco mais que o chip da concorrente Gen-Etics, o Sky-Eye, que já está implantado na pele de 45 milionários ao redor do mundo.
 “Conseguiu que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos tivessem
 um sinal na mão direita e na fronte , e que ninguém pudesse comprar ou vender se
não fosse marcado com o nome da fera ou com o número do seu nome “ 
(Ap 13, 16-17)


  



Nenhum comentário:

Postagem em destaque

GLÓRIA A DEUS