terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Deixa Deus trabalhar!

Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus: 10 maneiras de reconhecer o poder de Deus em tempos de angústia
• Cada vez que uma provação vem a mim ou à minha família, eu penso nas palavras da Bíblia em Salmos 46:10, "Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus.", e muitas vezes essas palavras me têm confortado. Às vezes, porém, gostaria de saber exatamente o significado de "aquietar-se" e o que exatamente eu preciso fazer para que isso aconteça.
Quando enfrentamos dificuldades em nossa vida que fazem parecer como se estivéssemos num navio que está sendo jogado de um lado a outro num mar tempestuoso, como podemos permanecer calmos enquanto uma tempestade se enfurece ao nosso redor? Ao procurar a definição de "calma" no dicionário, não só fui iluminada, como também aprendi a definição de aquietar-se e lições valiosas de seus sinônimos também.
Aqui estão dez palavras e suas definições que podem nos ensinar como estar calmos nos tempos tempestuosos e reconhecer o poder de Deus.
• Calmo
livre de ruído ou turbulência; imperturbável. Quando estamos livres de ruído ou turbulência externa, somos capazes de ouvir a voz mansa e delicada do Espírito de Deus, quando ele vem para confortar-nos e guiar-nos através de nossas provações. Alguns dos ruídos que vivenciamos e que podem estar bloqueando a nossa capacidade de sentir a presença de Deus são as nossas preocupações. Quando aprendemos a mudar nossos pensamentos de negativos para positivos, tornamo-nos mais capazes de sentir o amor de Deus, porque nos harmonizamos com Ele. O ruído e a turbulência são substituídos por uma doce melodia de paz.
• Sereno
um período ou condição de se estar livre de tempestades, um estado de tranquilidade. Estar calmo, não significa que a tempestade já tenha passado, significa que a tempestade já não está dentro de você. As tempestades podem ainda estar rugindo ao redor, mas você está livre dos efeitos dela. Já não o incomoda, porque você sabe em quem confia. Você está em um lugar onde não precisa mais temer.
• Sossegar
colocar em repouso; acalmar o temperamento ou disposição. Muitas vezes, quando as provações vêm, tendemos a ficar bravos com Deus e nos queixarmos. Quando fazemos isso, diminuímos nossa capacidade de sentir o Espírito, porque não deixamos espaço em nossos corações para o Espírito habitar. Deus não pode habitar em um coração que está cheio de raiva. É quando aprendemos a colocar em repouso nossas queixas e lançar nossos fardos sobre o Senhor, abafar os nossos gritos e esperar por Ele, que vamos encontrar consolo. Ele consolará nossos corações partidos.
• Pacífico
imperturbável pelo conflito; desprovido de violência ou força. Às vezes, quando surgem dificuldades, permitimos que a raiva e as frustrações daqueles testes de fé nos empurrem para a violência, ou tentamos impor nossa vontade sobre a do Senhor. Nem uma dessas escolhas nos trará a paz. Quando os conflitos chegam e não nos abalamos com eles por causa de nossa fé em Deus, poderemos então conhecer a paz.
• Plácido
serenamente livre de interrupção ou perturbação. Podemos aprender a sentir essa paz ao orar, ler as escrituras, sair para uma caminhada, meditar ou dar-nos tempo para ponderar livres de interrupção ou perturbação. Isto não só nos permite comunicar com nosso Pai Celestial, bem como que nosso Pai Celestial se comunique conosco.
• Descanso
designa, proporciona, ou sugere relaxamento e repouso. Muitas vezes, a correria da vida faz com que seja impossível ouvirmos o que Deus está tentando nos dizer. É quando desaceleramos e nos permitimos à oportunidade de descansar que a nossa mente e coração podem concentrar-se nas coisas que são da maior importância. Deus quer falar conosco, mas temos de estar prontos e disponíveis para ouvir.
• Aliviado
livre de tempestades, em paz, cheio de luz. Ao ler com meus filhos durante o trajeto casa escola, aprendi que o sol não nasce e o sol não se põe. É uma ilusão. Em vez disso, o Sol permanece parado, firme e brilhante, e a Terra gira ao seu redor e quando sua face está voltada para o sol, naquele local é dia e quando essa face se afasta, a noite vem. É o mesmo em nossas vidas. Em nossos testes, quando voltamos nossas faces para o Filho de Deus, que é firme e brilhante, assim como a Terra, enchemo-nos de luz. Se em vez disso, optamos por afastar-nos dele, a escuridão da noite certamente virá. Escolha voltar-se para a luz.
• Quietude
gentil, descontraído, de natureza tranquila. Quando somos gentis e descontraídos, somos mais capazes de ouvir os mandamentos de Deus. Ele nos convence suavemente a amá-lo e a servir aos outros. Nós somos mais capazes de aliviar os nossos próprios problemas, e trazer o espírito de Deus dentro de nós, o que nos ajudará a aliviar o fardo dos outros.
• Calmamente
de uma forma calma. Quando abordamos nossas vidas, e as nossas provações, de uma forma calma, somos mais capazes de ver todo o quadro e traçar um plano de recuperação. Não só nos permite ter uma mente clara, mas permite-nos ajudar a acalmar os temores dos que nos rodeiam.
• Tranquilo
livre de agitação da mente ou espírito. Quando a nossa mente e espírito estão calmos, todo o nosso corpo está em paz. Nós somos capazes de ver as coisas com uma mente clara, sentir as coisas com um coração puro e ouvir a voz de nosso Pai Celestial com ouvidos atentos e em sintonia com o espírito. Conheceremos a Deus, porque seremos um com Ele.
"Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus", não é apenas uma declaração, é um estado de ser. É a capacidade de conhecer a Deus bem o suficiente para confiar em suas habilidades para salvá-lo. À medida que aprendemos a nos aquietar e confiar em Deus, passamos a conhecer e compreender que somos seus filhos. Nunca estamos sozinhos, nunca abandonados e jamais esquecidos. Ele virá a nós. Só é preciso que aquietemos nossos corações.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

GLÓRIA A DEUS