quinta-feira, 1 de novembro de 2018

COMO SABER SE ALGUÉM É UM HOMEM DE DEUS?

Tem se tornado muito comum  entre nós, cristãos evangélicos, rotular pessoas como “homens ou mulheres de Deus”. Isto ocorre porque em muitas ocasiões ouvimos uma palavra “ungida” e entendemos que é o suficiente para elegermos aquela pessoa um “homem ou mulher de Deus”. Será que é tão simples assim? Devemos ser ingênuos e simplistas nesta avaliação? Será que todos são de fato “de Deus”? Como reconhecer uma pessoa verdadeiramente de Deus? Para facilitar nossa reflexão, usarei, com sua permissão, apenas o termo homem de Deus, mas estarei me referindo a ambos os sexos.
Muitas pessoas hoje estão buscando um título religioso, pois isto dá um certo “status” e “regalias” no contexto social em que vivemos, especialmente nas igrejas. Algumas pessoas têm sido ordenadas sem a mínima condição (este tipo de ordenação é duvidosa em sua validade) e sem o mínimo de treinamento para desempenhar tão nobre função. Na verdade tem se banalizado a condição de pastores e pastoras como homens de Deus. Há também que se destacar, alguns que se auto  ordenam e outros que são falsos pastores travestidos de homens de Deus.
Nós, cristãos, precisamos ser cuidadosos em rotular pessoas como “homens de Deus” e até de recomendá-los como pregadores. Neste campo é preciso muito cuidado e cautela.
Quais são as características de um falso “homem ou mulher de Deus”?
·         Seu forte são os dons e não o caráter – Muitas destas pessoas têm um dom especial de Deus, mas não desenvolveram um caráter aprovado pelas escrituras. Não tem cobertura espiritual e não são discipulados. Conseguem atrair multidões com seus dons, mas mancham o evangelho com seu mau caráter. Estes trazem grandes prejuízos ao Reino de Deus.
·         Amor e apego ao dinheiro – Normalmente são pessoas que usam o ministério com a motivação pessoal de enriquecimento ilícito.
·         A família não participa de seu ministério – Infelizmente nestes casos alguns destes “homens de Deus” sempre viajam sem a família ou pelo menos sem a esposa. O ministério está dissociado de seu lar.
·         Vida sexual duvidosa – Alguns destes têm uma vida sexual duvidosa e misteriosa. Como não se abrem com ninguém, e quase nada se sabe sobre sua prática nesta área.
·         Ensinos heréticos travestidos de espiritualidade – São especialistas em ensinos de relevância no contexto bíblico. Falam com muita propriedade sobre o Reino de Deus, atacam a concepção bíblica de cobertura espiritual e discipulado, aprovam o novo casamento em qualquer circunstância, exacerbam de modo anti-bíblica a doutrina da graça enfatiza a guarda do sábado, etc., porém sempre instalam uma heresia em seus ensinos.
·         “São proselitistas – Os falsos homens de Deus” são aqueles que procuram atrair as pessoas após si. Lutam para tirá-los de suas congregações ao denegrir seus pastores e igrejas.
Como identificar um “homem de Deus”?
Primeiramente é necessário não se empolgar com as pessoas pela aparência e pelos dons. Isto é apenas um aspecto e por incrível que pareça, não é o mais importante. Vamos ver alguns sinais que podem nos ajudar a reconhecer um verdadeiro homem de Deus:
1.      Caráter – Um “homem de Deus” de verdade é uma pessoa marcada por um bom caráter. Um homem cheio de dons, mas sem caráter é um potencial destruidor da obra de Deus. II Rs 5:15,16
2.      Obediência – Todo “homem de Deus” é marcado por um espírito submisso às autoridades. Ele tem cobertura espiritual e é obediente ao seu discipulador e às autoridades sobre ele constituídas. Saul é um exemplo oposto de obediência. A obediência é mais importante que sacrifícios e serviço para Deus. I Sm 15:22,23
3.      Fidelidade – A fidelidade é outra característica marcante nestas pessoas. São fiéis ao seu Deus e à Sua Palavra, ao seu casamento, à sua liderança, à sua igreja e aos seus discípulos.  I Co 4:1,2
4.      Irrepreensibilidade – A irrepreensibilidade não é sinônimo  de perfeição, mas revela uma característica fundamental em um homem de Deus, pois até quando ele erra, ele toma as decisões certas, se arrependendo e corrigindo seus erros. Ser irrepreensível é buscar andar em harmonia com os ensinos da Palavra de Deus. Lc 1:5.6
5.      Maturidade – Outra forma de identificar um verdadeiro “homem de Deus” é constatando sua maturidade na condução de sua vida e de seu ministério. Não se deve atribuir este título a pessoas imaturas e inconsequentes. Ef 4:12,13
6.      Família – Esta é um dos mais marcantes sinais na vida de alguém que merece o reconhecimento de “homem de Deus”. É uma das condições que o apóstolo Paulo apresenta para alguém poder estar no ministério. I Tm 3:1-7; I Tm 5:8
7.      Dons – Os dons são muito importantes e eu diria que são a cereja do bolo para a celebração do ministério de um “homem de Deus”. Não é a base, mas é muito importante e útil. Rm 11:29
Com esta reflexão, a intenção é dupla:
1.      Identificar os verdadeiros “homens de Deus” para não me alimentar da palavra contaminada e não ser iludido e enganado por sinais e prodígios realizados por homens supostamente “de Deus”. Já dizia a sabedoria popular: “nem tudo que brilha é ouro”. É importante que honremos as pessoas que conhecemos e convivemos. Às vezes, temos muita facilidade de honrar e reconhecer como “homens de Deus” pessoas que nem conhecemos direito e desonramos quem está próximo de nós, pagando um alto preço por nossas vidas. Honre seu pastor, seu líder e seu discipulador. Eles são os verdadeiros “homens de Deus”!
2.      Avaliar se estou sendo, de fato, uma pessoa de Deus. Antes de mais nada, preciso avaliar a minha própria condição e diante de Deus, em sinceridade e honestidade, procurar me conformar com os requisitos bíblicos para me tornar uma verdadeira pessoa de Deus, para glorificá-lo sempre em minha vida.
Que Deus nos abençoe e nos faça homens e mulheres cheios do Espírito Santo e dos dons, mas que as marcas maiores sejam as que revelam a nossa relação de obediência aos requisitos bíblicos que podem nos aprovar, acima de tudo, aos olhos de Deus, mas também aos olhos das pessoas, como verdadeiros “homens e mulheres de Deus”.
Ø  Ministério Palavra Poder e Unção
Ø  Evangelista Manoel Moura


Nenhum comentário:

Postagem em destaque

GLÓRIA A DEUS